Números foram divulgados nesta quinta-feira (1º).

Uma nova rodada da pesquisa Datafolha foi divulgada nesta quinta-feira (1) e aponta uma oscilação de dois pontos para baixo nas intenções de voto do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Bolsonaro ficou estável. Já Ciro cresceu dois pontos e Simone Tebet saiu de 2% para 5%. As comparações foram feitas com a rodada anterior da pesquisa, divulgada em Agosto.
Segundo análise do próprio Datafolha, os números mostram uma redução na possibilidade de a eleição ser decidida no primeiro turno. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
Na comparação, Lula, do PT, tinha em maio 48%; em junho, julho e agosto, 47%; agora, oscilou para 45%. Com a margem de erro, tem de 43% a 47%.
Jair Bolsonaro, do PL, tinha 27% no levantamento de maio; 28% em junho; depois, 29%; avançou para 32% em agosto; e agora, manteve o índice. Com a margem de erro, tem de 30% a 34%.
Ciro Gomes, do PDT, tinha 7%; depois, 8% em junho e julho. Em meados de agosto, 7%; agora, variou positivamente para 9%. Na margem, de 7% a 11%.
Em maio, Simone Tebet, do MDB, aparecia com 2%; depois, 1%; em julho e agosto, 2%; agora, avançou para 5%; com a margem de erro , tem de 3% a 7%. Simone Tebet está empatada no limite da margem de erro com Ciro Gomes.
O levantamento foi contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo. É a primeira pesquisa do Datafolha depois do início do horário eleitoral obrigatório, da série de entrevistas do Jornal Nacional com os candidatos mais bem colocados e do debate organizado por Band, TV Cultura, Folha de S.Paulo e UOL. O Datafolha ouviu 5.734 eleitores, em 285 municípios, de terça (30).

Veja números para o primeiro turno:
Luis Inácio Lula da Silva (PT): 45%
Jair Bolsonaro (PL): 32%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Simone Tebet (MDB): 5%
Soraya Thronicke (UNIÃO): 1%
Pablo Marçal (PROS): 1%
Felipe D’Avila, (Novo): 1%.
Branco/Nulo: 4%
Não sabem: 2%

Os outros cinco candidatos não chegaram a 1%: Sofia Manzano, do PCB; Vera Lúcia, do PSTU; Léo Péricles, do Unidade Popular; Constituinte Eymael, do Democracia Cristã; e Roberto Jefferson, do PTB.

Foto: Reprodução / Por: Metro1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.