A premiação aconteceu no último domingo (19), na capital fluminense.

Na noite do último domingo (19), Lázaro Ramos levou mais um prêmio com “Medida Provisória”, sua estreia como diretor de cinema. O filme ganhou o Prêmio Especial do Júri no Festival do Rio, que aconteceu na capital fluminense.
Um outro baiano também foi premiado no Festival. Sergio Laurentino, de 36 anos, ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante pelo trabalho no filme “A Viagem de Pedro”, da cineasta Laís Bodanzky.
O longa, protagonizado por Cauã Reymond, ganhou em duas categorias – melhor ator coadjuvante e melhor direção de ficção. Ele conta um pouco sobre a vida privada de Dom Pedro I. Sergio Laurentino interpreta Chef, um homem viajado e poliglota que acompanha parte da rotina do protagonista.
Já Medida Provisória se baseia no espetáculo “Namíbia, Não!”, de Aldri Anunciação. A história se desenrola em um futuro distópico, quando o governo brasileiro decreta uma medida que obriga os cidadãos negros a migrarem para a África, com o intuito de retornarem às suas origens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.