Golpe geralmente consiste no pedido de dinheiro pelo bandido, que usa a foto de outra pessoa e tem acesso a sua agenda de contatos.

O WhatsApp é o aplicativo de mensagem mais popular do Brasil, estando instalado em 99% dos smartphones. A fama da rede social atrai a atenção e o interesse de criminosos, fator que já soma 43% do total de usuários que relatam já ter sido vítimas de tentativa de estelionato, como mostra a pesquisa da Mobile Time e Opinion Box.
O golpe geralmente consiste no pedido de dinheiro pelo bandido, que usa a foto de outra pessoa e tem acesso a sua agenda de contatos. Medidas de seguranças simples, como a confirmação da identidade, quando colocadas em prática no dia a dia, podem ajudar a população a se prevenir.
O levantamento mostra que a incidência de golpes é maior entre pessoas das classes A e B, correspondendo a 47% das ocorrências contra 42% das classes C, D e E. Além disso, os índices alcançam mais homens, com 47%, do que mulheres, com 40%. Os usuários brasileiros mantêm uma fidelidade de 94% de acesso ao aplicativo, o usando todo dia ou quase todo dia.

Foto: Divulgação / Por: Metro1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.