Moradores de Itambé, na BA, também tiveram que sair de casa.

A situação das chuvas na Bahia está tensa no Sudoeste do estado. A barragem de Iguá, localizada em Vitória da Conquista, rompeu na noite de sábado (25).
Apesar da seriedade do rompimento da barragem, de acordo com a prefeitura de Vitória da Conquista, não houve feridos nem foram constatados maiores prejuízos para as localidades nas proximidades. A prefeitura já havia avisado aos moradores sobre o risco iminente e, assim que soube do rompimento, avisou à Prefeitura de Itambé, onde vai desaguar o Rio Pardo, que deve receber todo o volume de água da barragem rompida.
“Tiramos todas as pessoas que estavam próximas desse córrego, então todas as medidas foram tomadas e estamos prontos para dar toda a assistência aos moradores. Agora é torcer realmente para que não quebre a estrada e não precise interditar a 116”, disse Sheila Lemos.
O distrito já havia sido atingido pelo rompimento da barragem dos Quatis, do Pradoso, na manhã deste sábado (25), que acabou levando a ponte que liga o povoado do Tesoureiro à sede.

Moradores de Itambé são retirados após barragem romper
A prefeitura de Itambé, cidade no sudoeste da Bahia, anunciou na noite deste sábado (25) após a barragem se romper e uma forte enxurrada afetar áreas do município.
A barragem fica no distrito de Iguá, em Vitória da Conquista, cidade a cerca de 58 km de Itambé. Entretanto, a prefeitura de Itambé emitiu o alerta pois o riacho da barragem atinge rios que chegam até Itambé.
A prefeitura destacou que todos os moradores devem evacuar das proximidades do rio Verruga. A gestão municipal já estava em alerta pois o rio transbordou na madrugada deste sábado e havia alagado casas.
Inicialmente, a prefeitura registrou o desabamento de dez casas, mas não há detalhes se outros imóveis caíram. Também não há registro de feridos, nem de desaparecidos.
Uma força-tarefa formada para enfrentamento dos efeitos das chuvas foram vistoriar a situação, principalmente na BR-116, na altura Vale dos Quatis. No local, além da Defesa Civil e técnicos da Prefeitura de Vitória da Conquista, Itambé, a Polícia Rodoviária Federal e a Via Bahia participam do monitoramento do volume de água.

Vistoria de barragens e orientação às prefeituras
O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), tem realizado vistorias técnicas com sua equipe de fiscalização e monitoramento ambiental, nos municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste, com o objetivo de verificar as barragens após as fortes chuvas que têm atingido o estado.
Algumas vistorias, realizadas no dias 24 e 25, constataram que algumas barragens precisam de intervenções para amenizar futuras complicações.
Na divisa de Anagé com Vitória da Conquista, uma pequena barragem, a barra de Beija Flor, rompeu, mas sem danos significativos, a água correu para o rio de Contas e chegou na barragem de Pedras, em Jequié.
Os técnicos irão auxiliar e orientar as equipes da Defesa Civil dos municípios e do estado para que, juntos, possam ajudar os moradores das cidades atingidas. *Por Correio24H.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.