Pontífice argentino estava vestido com paramentos sagrados de cor branca e permaneceu sentado devido às dores no joelho.

O papa Francisco canonizou neste domingo (15) dez novos santos, incluindo a primeira santa do Uruguai, a religiosa ítalo-uruguaia Francisca Rubatto, diante de milhares de pessoas reunidas na Praça São Pedro.
O pontífice argentino, vestido com paramentos sagrados de cor branca e que permaneceu sentado devido às dores no joelho, pronunciou a frase com a qual proclamou Rubatto (1844-1904), que dedicou parte de sua vida a ajudar os pobres de vários países da América do Sul, como santa.
Durante a cerimônia, a primeira em três anos devido à pandemia de Covid-19, o papa canonizou outros nove santos, incluindo o francês Charles de Foucauld (1858-1916), o jornalista holandês Titus Brandsma, executado no campo de extermínio nazista de Dachau, em 1942, e Lázaro, um mártir indiano do século XVIII.

Foto: reprodução / vatican news || Por: Metro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.