Curta nacional ainda pode concorrer na categoria ‘curta metragem live action’.

Escolhido pela Acadêmia Brasileira de Cinema para representar o Brasil na corrida pelo Oscar, “Deserto particular”, de Aly Muritiba, ficou de fora da disputa pela estatueta de melhor filme internacional. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta terça-feira (21) pré-listas de dez categorias, como melhor documentário e efeitos visuais.
Já o curta brasileiro, “Seiva Bruta”, de Gustavo Milan, vai para a próxima fase de votação com outros curtas, como “Ala Kachuu – Take and Run”, “Censor of Dreams”, “The Criminals”, “Distances”, “The Dress”, “Frimas”, “Les Grandes Claques”, “The Long Goodbye”, “On My Mind”, “Please Hold”, “Stenofonen”, “Tala’vision”, “When the Sun Sets” e “You’re Dead Helen”.
Na pré-lista de melhor filme internacional, aparecem favoritos como o japonês “Doraibu mai kâ” (“Drive my car”, em inglês), o iraniano “Um herói” e o italiano “The Hand of God – A Mão de Deus”.
Com isso, os membros da organização que tiverem assistido aos 15 escolhidos poderão participar de uma segunda rodada de votação, que acontece entre 27 de janeiro de 2022 e 1º de fevereiro.
Os indicados finais serão anunciados com a lista completa da premiação, em 8 de fevereiro. O Oscar 2022 está previsto para acontecer em 27 de março.

Veja a pré-lista completa de melhor filme internacional:

  • “Grosse Freiheit” (“Great freedom”, em inglês) – Áustria
    “Un monde” (“Playground”, em inglês) – Bélgica
    “Lunana: A Yak in the Classroom” – Butão
    “Flugt” (“Flee”, em inglês) – Dinamarca
    “Hytti nro 6” (““Compartment No. 6”, em inglês) – Finlândia
    “O Homem Ideal” – Alemanha
    “Dýrið” (“Lamb”, em inglês) – Islândia
    “Um herói” – Irã
    “The Hand of God – A Mão de Deus” – Itália
    “Doraibu mai kâ” (“Drive my car”, em inglês) – Japão
    “Colmeia” – Kosovo
    “Reze pelas Mulheres Roubadas” – México
    “Verdens verste menneske” (“The Worst Person in the World”, em inglês) – Noruega
    “Plaza Catedral” – Panamá
    “El buen patrón” (“The good boss”, em inglês) – Espanha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.