sexta-feira, 23 de abril de 2021

Número De Policiais Mortos Por Covid-19 Em 2020 é o Triplo Dos Que Foram Assassinados

Foram 33 integrantes das polícias Militar e Civil da Bahia mortos por Covid-19, além de 10.022 agentes afastados.
O número de policiais da Bahia que morreram devido à Covid-19, em 2020, é três vezes maior do que o de agentes assassinados. A informação é do Monitor da Violência, do portal G1.
De acordo com o levantamento, divulgado nesta sexta-feira (23), 33 integrantes das polícias Militar e Civil da Bahia morreram por Covid-19, enquanto 11 foram mortos nas ruas. Além disso, 10.022 policiais chegaram a ser afastados do serviço por causa da doença.
Foram 22 policiais militares mortos pela Covid-19, além de 8.578 afastados devido à doença. Como o efetivo da PM baiana é de 31.513 agentes, isso significa que 27,22% dos agentes foram afastados do serviço por causa do coronavírus. Na Polícia Civil, foram 11 policiais mortos e 1.444 afastados. Esse último número representa 26,5% dos 5.449 agentes da Polícia Civil.
Em comparação com os demais estados, a Bahia foi o quinto onde mais morreram policiais em decorrência da Covid-19, ficando atrás do Rio de Janeiro (65), Amazonas (50), Pará (49) e São Paulo (48). Fonte: Metro1.


 

Bahia é o Terceiro Estado Que Mais Vacina Contra Covid-19 No Brasil

O dado consta no "Mapa da vacinação contra Covid-19 no Brasil", levantamento que calcula o percentual de vacinados a partir dos números coletados pelo consórcio de veículos de imprensa.
Após três meses do início da imunização contra a Covid-19 na Bahia, o estado alcançou o 3º lugar no ranking de unidades da federação que mais vacinaram no país. O dado consta no "Mapa da vacinação contra Covid-19 no Brasil", levantamento que calcula o percentual de vacinados em cada um dos estados do país em relação à população total. Os números são coletados pelo consórcio de veículos de imprensa.
O mapeamento, feito pelo G1, aponta que o total de 2.276.072 vacinados que receberam a 1ª dose equivale a 15,24% da população do estado e 62,02% das doses recebidas pelo estado. Já o total de 772.201 vacinados que receberam a 2ª dose equivale a 5,17% da população do estado e 21,04% das doses recebidas pelo estado.
O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, comemorou a marca e afirmou, em suas redes sociais, que "se o governo federal mandar as doses sem interrupções, a Bahia de @costa_rui sabe o ritmo certo de vacinar seu povo". Fonte: Metro1.

ONG Mexicana Aponta Feira De Santana Como 9ª Cidade Mais Violenta Do Mundo

A ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal apontou Feira de Santana como a 9ª cidade mais violenta do mundo. Entre os 50 municípios listados no estudo também estão Vitória da Conquista (20ª posição) e Salvador (28ª).
O Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal é uma das principais entidades internacionais no monitoramento de taxas de crimes violentos, segurança pública, narcotráfico e políticas de governo.
Para fazer o ranking, a instituição leva em consideração as taxas de homicídios de cidades com mais de 300 mil habitantes. O índice é calculado por número de homicídios a cada 100 mil habitantes. Veja lista abaixo.
O levantamento é feito e divulgado anualmente, há 13 anos. Os dados desta lista são de 2020. O principal critério da instituição é usar informações que partam de fontes oficiais, como secretarias de segurança, ou dados de fontes alternativas, como jornais e portais de notícia.
No caso das cidades baianas, a ONG detalhou que os dados usados no estudo foram encontrados publicamente no site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).
O estudo aponta um crescimento dos crimes de homicídio em Feira de Santana. Em 2017, por exemplo, a cidade estava em 15º lugar na lista, com índice de 60,23 homicídios a cada 100 mil habitantes. Agora, a taxa subiu para 67,46.
Salvador, por outro lado, caiu na mesma comparação. Em 2017, a capital baiana aparecia em 20º lugar, com índice de 54,71. Agora, em 28º, apresenta taxa de 46,80 – também por homicídios a cada 100 mil habitantes.
No ranking das 50 cidades mais violentas do mundo, o Brasil aparece apenas com municípios de seis estados nordestinos, além do Acre, que fica na região Norte do país. A Bahia é o estado brasileiro que mais aparece na lista, com três cidades.
Em seguida estão Rio Grande do Norte e Pernambuco, com duas cidades cada uma. Ceará, Alagoas e Piauí também estão presentes no estudo, com suas capitais na lista.

Por G1 BA.