sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Teofilândia: Adolescente Morre Após Batida Entre Moto e Carro Na BR-116

O adolescente João Victor Matos Reis, de 16 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (15), após um acidente envolvendo a moto em que ele estava e um carro modelo Fiat Siena, na BR-116, altura da entrada da localidade conhecida como Rocinha, em Teofilândia, na região sisaleira da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, uma ambulância do Samu foi acionada para prestar socorro ao adolescente, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Não há informações sobre as circunstâncias do acidente. Segundo a PM, o carro era conduzindo por um homem identificado como José Valdinei Rodrigues Bezerra, de 43 anos. A polícia não informou se ele sofreu algum tipo de ferimento. Além da PM, equipes da Polícia Rodoviária Federal e do Departamento de Polícia Técnica estiveram no local. A Polícia Civil deve investigar o caso. Fonte: Notícias de Santaluz.


 

Governo Da Bahia Vai Entrar Com Ação No STF Para Compra Da Vacina Russa

O governador reforça que empresários, imprensa e trabalhadores precisam reagir a essa falta de compromisso com a saúde e a vida do povo brasileiro.
O governador da Bahia, Rui Costa, solicitou que a Procuradoria Geral do Estado ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo uma decisão em caráter liminar e emergencial para efetivar a compra da vacina russa Sputnik V. O anúncio foi feito pelo governador na manhã desta sexta-feira (15), em Salvador. “Temos um contrato de prioridade no fornecimento e temos condições de colocar essa vacina na Bahia. Não podemos assistir passivamente baianos e brasileiros morrerem”, ressaltou Rui.
“Em uma absoluta insensibilidade, as autoridades federais estão de braços cruzados e só repetem que não podem fazer nada. Era melhor cada um pedir renúncia ou demissão do cargo que ocupam, se não podem fazer nada”, completou Rui.
O governador reforça que empresários, imprensa e trabalhadores precisam reagir a essa falta de compromisso com a saúde e a vida do povo brasileiro. “Nosso povo não merece ser maltratado e humilhado pelas autoridades federais que não têm empatia”, concluiu. 

Barreiras: Ônibus Tomba e Deixa Mais De 20 Feridos

Acidente ocorreu na madrugada desta sexta-feira (15), na BR-135, altura da cidade de Barreiras. Vítima foram levadas ao Hospital do Oeste.

Um ônibus tombou na madrugada desta sexta-feira (15), na BR-135, na altura da entrada de Barreiras, oeste da Bahia. Informações colhidas no local apontam que ao menos 21 pessoas ficaram feridas.
As vítima foram levadas para o Hospital do Oeste, em Barreiras, entretanto não há informações sobre o estado de saúde delas. Outras pessoas que estavam no veículo foram encaminhadas a pousadas da cidade.
O ônibus saiu de Valença (PI) e tinha como destino o estado de São Paulo. A suspeita da polícia é de que o motorista cochilou e perdeu controle da direção.
Um dos passageiros relembrou o momento do acidente. "Só vi quando ele bambeou, aí eu gritei logo. Aí se apavorou todo mundo. Eu tô achando que ele [motorista] cochilou, e a pista estava muito molhada".
O trânsito foi interditado no trecho e desviado para vias laterais. Um guincho foi encaminhado ao local e desvirou o ônibus. Fonte: G1.


 

Fundador De Escola De Samba De Senhor Do Bonfim Morre Em Batida Entre Carros e Ônibus


Um homem morreu e outras duas pessoas ficaram feridas em batida envolvendo um ônibus e dois carros na BR-407, em Senhor do Bonfim, norte da Bahia, no início da noite de quarta-feira (13). Ainda não há informações sobre a causa do acidente. Os feridos foram levados para o Hospital Regional de Senhor do Bonfim. Por meio de uma rede social, a prefeitura da cidade informou que o homem que morreu foi Valdeildo Serafim da Costa, conhecido como 'Idinho'. Ele foi um dos fundadores e presidente da escola de samba A volta do Morro, que hoje é patrimônio imaterial de Senhor do Bonfim.
Em nota, a prefeitura de Senhor do Bonfim ressaltou as contribuições culturais dele para a cidade. “Idinho foi um dos fundadores e presidentes da escola de samba 'A Volta do Morro', hoje, patrimônio cultural de Senhor do Bonfim. Aposentado do Derba, Idinho esteve à frente da 'A Volta do Morro' desde a sua fundação, há 40 anos. Responsável por uma das maiores manifestações culturais e carnavalescas de nossa cidade”.
Ainda em nota, a prefeitura ainda prestou solidariedade à família e amigos de Ildinho. O corpo de Idinho foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Senhor do Bonfim e ainda não há informações sobre o sepultamento. Não há informações sobre a identificação e o estado de saúde das outras duas vítimas do acidente.

Bolsonaro Tentou Sabotar Medidas Contra Covid, Diz ONG Internacional

A atuação negativa do governo do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia de Covid-19 e do desmatamento recorde na Amazônia são destaques no capítulo sobre o Brasil do Relatório Mundial 2021 da ONG internacional Human Rights Watch, divulgado na manhã desta quarta-feira (13). O documento, em sua 31ª edição, avalia a situação de direitos humanos em mais de 100 países. O relatório, bastante crítico ao governo brasileiro, menciona ainda políticas que contrariam os direitos das mulheres e das pessoas com deficiência, ataques a mídia independente e a organizações da sociedade civil. “O presidente Bolsonaro minimizou a Covid-19, a qual chamou de “gripezinha”; recusou-se a adotar medidas para proteger a si mesmo e as pessoas ao seu redor; disseminou informações equivocadas; e tentou impedir os governos estaduais de imporem medidas de distanciamento social”, diz o texto.

 

Secretários Estaduais De Saúde Pedem Ao Ministro Da Educação Que Enem Seja Adiado

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) aprovou uma posição conjunta para defender que o Enem, marcado para começar neste domingo, seja adiado em razão das condições da pandemia no Brasil. O pedido é dirigido ao ministro da Educação, Milton Ribeiro.
“Apesar dos jovens terem menor risco de desenvolver formas graves e tampouco estar prevista a vacinação da população com menos de 18 anos, o aumento da circulação do vírus nesta população pode ocasionar um aumento da transmissão nos grupos mais vulneráveis”, diz a carta assinada pelo presidente do Conass, Carlos Lula (secretário do Maranhão).
Nesta terça (12), a Justiça Federal em São Paulo negou o pedido de adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Com isso, estão mantidas as datas de realização da prova, marcadas para 17 e 24 de janeiro (versão impressa).
De acordo com a decisão, caso uma cidade tenha elevado risco de contágio que justifique medidas severas de restrição de circulação, caberá às autoridades locais impedirem a realização da prova. Se isso acontecer, o Inep, responsável pela prova, terá que reaplicar o exame.
“Não é adequado realizar um exame nacional destas proporções num contexto de alta transmissão da doença [Covid-19] e em realidades tão assimétricas no país. Todos os estados possuem regiões de alta transmissão”, disse Nésio Fernandes de Medeiros Junior, secretário estadual de Saúde do Espírito Santo, no Twitter.
“Cada estado possui protocolos específicos para realização de atividades escolares, o Inep [organizador da prova] deveria ter condições de adaptar-se a essas normas. Não sendo possível, o único caminho é adiar o exame. Estamos na véspera de iniciar a vacinação no país”, complementou.
Nesta terça (12), a média móvel de casos de Covid voltou a bater recorde no Brasil. Nenhum estado apresenta queda nas mortes há 5 dias.
A Defensoria Pública da União já recorreu da determinação.
A realização do Enem 2020 colocará 5,78 milhões de candidatos em circulação. O exame terá 14 mil locais de prova e 205 mil salas em todo o país. O balanço com número de cidades que terão Enem só será divulgado após a aplicação, segundo o Inep.
Em relação aos estados, SP é o que tem o maior número de inscritos (910.482), seguido por MG (577.227) e BA (446.978). Os estados com menor número de inscritos são RR (16.897), AC (41.841) e AP (47.279).
Originalmente, o exame seria feito em novembro, mas foi adiado devido à pandemia. Com o aumento no número de casos de transmissão no país, entidades estudantis e a Defensoria Pública da União pediram um novo adiamento da prova.