quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Prefeito Eleito De Goiânia, Que Venceu Eleição Intubado, Morre Em SP Por Covid-19


O prefeito eleito de Goiânia (GO), Maguito Vilela (MDB), de 71 anos, morreu nesta quarta-feira (13/1) com covid-19, segundo o Hospital Albert Einstein. Vilela foi internado no hospital em São Paulo no dia 15 de novembro, data do primeiro turno das eleições municipais. Inconsciente em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ele foi eleito no segundo turno com 52,6% dos votos, derrotando Vanderlan Cardoso (PSD).
"É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, ocorrido nesta madrugada de 13 de janeiro. Internado desde o dia 22 de outubro para tratar da Covid-19, Maguito lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos", informou a página oficial de Vilela no Facebook.
O vice dele, o pastor Rogério Cruz (Republicanos), é quem está à frente da Prefeitura de Goiânia.
Evolução da doença - O emedebista testou positivo para covid-19 no dia 20 de outubro, quando apresentava sintomas leves. Antes disso, em agosto, ele havia perdido para o coronavírus, em menos de dez dias, duas irmãs: Nelita, de 82 anos, e Nelma, de 76.
Em uma semana, o quadro de saúde do político se agravou de maneira significativa. Maguito atingiu um nível crítico de oxigenação, com até 75% dos pulmões comprometidos pelo vírus, e foi transferido, por decisão da família, de um hospital em Goiânia para o Albert Einstein, na capital paulista.
No dia 30 de outubro, ele .precisou ser intubado pela primeira vez devido à insuficiência respiratória. Desde então, seu quadro variou bastante
Após uma melhora, o tubo foi retirado no dia 8 de novembro. Na época, o candidato acordou e estava consciente, respirando por conta própria. Isso durou até o dia 15 de novembro, quando Maguito acordou mais ofegante que o normal, com dificuldades para respirar.
Ele então foi colocado para dormir no mesmo dia ainda sem saber que passaria para o segundo turno das eleições em primeiro lugar, ao lado de Vanderlan Cardoso.
Uma traqueostomia foi feita no dia 17 de novembro, para proteger o sistema respiratório do político, já que a intubação prolongada gera riscos, como lesões na garganta e prejuízo às cordas vocais.
Na quinta-feira (10/12), Daniel Vilela, filho de Maguito, disse em entrevista à TV Anhanguera, da Rede Globo, depois do segundo turno, que o pai demonstrou "plena consciência" de que tinha sido eleito após ter uma redução dos sedativos. O filho contou ainda que o prefeito eleito "deu um sorrisinho" e "fez um gesto afirmativo" após ser informado de que tinha vencido as eleições.
Em 11 de janeiro ele apresentou uma sangramento nos pulmões e foi submetido a uma cirurgia. A infecção teve uma piora forte nos últimos dois dias.
Sem Maguito desde o dia 18 de outubro, quando começou a apresentar sintomas da doença, a campanha para a prefeitura foi feita pelo próprio filho Daniel Vilela, presidente do MDB de Goiás e vice-presidente nacional da legenda, além do candidato a vice, o pastor Rogério Cruz (Republicanos).

Monte Santo Sediará o Primeiro Laticínio Da Região

Monte Santo tem um dos maiores rebanhos de caprinos e ovinos do Brasil. A caprinocultura é uma das principais atividades dos agricultores familiares do município, que representam cerca de 80% de sua população.
Esta atividade dinamiza a economia do município e abastece a região de carne e leite de cabras.
Fortalecer a cadeia produtiva da caprinocultura, é extremamente estratégico para o município por se tratar de uma atividade climaticamente adaptada à região. Além de fortalecer a economia local, gerando emprego e renda permitindo a redução do êxodo rural e a formação de novos nichos de mercado.
O governo do estado, através de articulações locais e da organização de agricultores do município, está investindo quase 2 milhões de reais nesta atividade, tendo como principal investimento a construção de laticínio para beneficiamento do leite de cabra. Um sonho antigo dos agricultores do município, e uma estratégia que colocará Monte Santo em posição de destaque no cenário regional, uma vez que sediará o primeiro laticínio da região.
Assista o vídeo e entenda melhor o projeto que está sendo implantado pela #COOPERSABOR em Parceria com o Governo do Estado da BAHIA através da CAR/SDR e da #ARESOL.



Incêndio Destrói Dois Ônibus Das Banda 'Os Clones' Em Feira De Santana

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Câmeras de segurança captaram as imagens de um homem ateando fogo nos veículos. Os dois veículos estão avaliados em cerca de 300 mil reais.

Dois ônibus foram incendiados por volta das 3h da madrugada desta quinta-feira (14), no Conjunto ACM em Feira de Santana. Os veículos estavam estacionados na rua ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e pertencem a banda 'Os Clones' e ao cantor Paulo Roberto Romão de Macedo, de 31 anos, conhecido pelo nome artístico de Zezé Júnior.
Ainda muito abalado com o fato, ele contou à reportagem do Acorda Cidade que acordou às 5h da manhã de hoje com seu pai batendo no portão da sua casa para informar sobre o incêndio. 

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Quando Zezé Júnior chegou ao local, se deparou com os dois veículos totalmente destruídos. Ele relatou que um dos ônibus era para trabalho da Banda 'Os Clones' e o outro para um projeto solo, que tinha acabado de lançar, mas não conseguiu avançar muito por causa da pandemia de covid-19.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Quando meu pai chegou batendo a campainha, achei até que pudesse ser morte de algum parente. Ele falou: ‘Corre lá, que os ônibus estão pegando fogo’. Quando eu cheguei aqui só estavam os ferros. Estamos muito abalados, decepcionados, tristes com o ser humano. Como uma pessoa consegue fazer isso, destruir um sonho, um patrimônio? A gente levou tantos anos para conseguir e a gente que vem sofrendo na pandemia, quase um ano, sem fazer show, sem fazer nada e por isso que os ônibus estavam parados. Deixamos perto da nossa casa para que pudéssemos ficar de olho, colocando para funcionar, até porque a gente não tinha outro espaço e nem como pagar aluguel”, relatou.


Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Zezé Júnior informou também que alguns instrumentos e outros materiais estavam dentro dos veículos. Com a pandemia e as dificuldades financeiras impostas por ela, ele precisou fechar a sede física de trabalho dele e da banda. Levou alguns materiais para um quarto nos fundos de casa e a outra parte distribuiu nos ônibus. Para ele, ainda não dá para calcular o prejuízo, mas somente os dois veículos estão avaliados em cerca de 300 mil reais.
De acordo com o músico, tudo indica que o incêndio foi criminoso e câmeras de segurança captaram as imagens de um homem ateando fogo nos veículos.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O irmão de Zezé Júnior e integrante da banda Os Clones, o cantor “Dudu”, relatou que os ônibus destruídos pelo incêndio são frutos de uma vida inteira de trabalho e muita luta. De acordo com ele, a ‘ficha’ ainda não caiu.

“A gente vem lutando há muito tempo para conseguir nossas coisas, conseguimos os ônibus e vem uma pessoa sem coração que acaba com tudo. Acordei desesperado e estou aqui ainda sem saber o que dizer, o que fazer. Estamos parados há quase ano e agora que saiu a vacina, estávamos ansiosos em voltar. Depois disso, não sabemos nem por onde começar”, lamentou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Mega-Sena Sai Para Apostador Da Bahia

Dezenas sorteadas foram 04, 13, 20, 22, 25 e 60.

Agência Brasil - Um apostador de Serrinha, na Bahia, acertou as seis dezenas do Concurso 2.334 da Mega-Sena, realizado na quarta-feira (13), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. Ele vai receber R$ 11.854.874,71.
Os números sorteados foram 04, 13, 20, 22, 25, 60. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no sábado (16), é de R$ 13 milhões.
A quina teve 66 ganhadores, com prêmio individual de R$ 34.602,68. Foram 4.609 apostas ganhadoras da quadra, e o prêmio para cada uma é R$ 707,86.
As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.