quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Incêndio Destrói Dois Ônibus Das Banda 'Os Clones' Em Feira De Santana

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Câmeras de segurança captaram as imagens de um homem ateando fogo nos veículos. Os dois veículos estão avaliados em cerca de 300 mil reais.

Dois ônibus foram incendiados por volta das 3h da madrugada desta quinta-feira (14), no Conjunto ACM em Feira de Santana. Os veículos estavam estacionados na rua ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e pertencem a banda 'Os Clones' e ao cantor Paulo Roberto Romão de Macedo, de 31 anos, conhecido pelo nome artístico de Zezé Júnior.
Ainda muito abalado com o fato, ele contou à reportagem do Acorda Cidade que acordou às 5h da manhã de hoje com seu pai batendo no portão da sua casa para informar sobre o incêndio. 

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Quando Zezé Júnior chegou ao local, se deparou com os dois veículos totalmente destruídos. Ele relatou que um dos ônibus era para trabalho da Banda 'Os Clones' e o outro para um projeto solo, que tinha acabado de lançar, mas não conseguiu avançar muito por causa da pandemia de covid-19.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Quando meu pai chegou batendo a campainha, achei até que pudesse ser morte de algum parente. Ele falou: ‘Corre lá, que os ônibus estão pegando fogo’. Quando eu cheguei aqui só estavam os ferros. Estamos muito abalados, decepcionados, tristes com o ser humano. Como uma pessoa consegue fazer isso, destruir um sonho, um patrimônio? A gente levou tantos anos para conseguir e a gente que vem sofrendo na pandemia, quase um ano, sem fazer show, sem fazer nada e por isso que os ônibus estavam parados. Deixamos perto da nossa casa para que pudéssemos ficar de olho, colocando para funcionar, até porque a gente não tinha outro espaço e nem como pagar aluguel”, relatou.


Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Zezé Júnior informou também que alguns instrumentos e outros materiais estavam dentro dos veículos. Com a pandemia e as dificuldades financeiras impostas por ela, ele precisou fechar a sede física de trabalho dele e da banda. Levou alguns materiais para um quarto nos fundos de casa e a outra parte distribuiu nos ônibus. Para ele, ainda não dá para calcular o prejuízo, mas somente os dois veículos estão avaliados em cerca de 300 mil reais.
De acordo com o músico, tudo indica que o incêndio foi criminoso e câmeras de segurança captaram as imagens de um homem ateando fogo nos veículos.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O irmão de Zezé Júnior e integrante da banda Os Clones, o cantor “Dudu”, relatou que os ônibus destruídos pelo incêndio são frutos de uma vida inteira de trabalho e muita luta. De acordo com ele, a ‘ficha’ ainda não caiu.

“A gente vem lutando há muito tempo para conseguir nossas coisas, conseguimos os ônibus e vem uma pessoa sem coração que acaba com tudo. Acordei desesperado e estou aqui ainda sem saber o que dizer, o que fazer. Estamos parados há quase ano e agora que saiu a vacina, estávamos ansiosos em voltar. Depois disso, não sabemos nem por onde começar”, lamentou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário