terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Carnaval e São João Na Bahia Só Devem Acontecer a Partir De 2022, Reconhece Secretário De Turismo

Fausto Franco, secretário de Turismo da Bahia | Foto: Camila Souza/GOVBA

O secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, não vê possibilidade de realização de festas tradicionais no estado, como o São João, o Carnaval e as festas de largo em 2021. A folia de momo em Salvador já foi cancelada neste ano, mas especulações sobre a realização da festa em outra data vêm sendo levantadas. O prefeito da cidade, Bruno Reis (DEM), já afirmou que considera a possibilidade de realização em julho, caso a vacina contra a Covid-19 já esteja disponível.
Já Franco lamenta, mas afirma que é pouco provável que as festas ocorram da maneira como todos conhecem, com aglomeração de pessoas. Fausto foi o entrevistado desta segunda-feira (11) no Bahia Notícias no Ar, na rádio Salvador FM 92,3.
O turismo é parcela importante da economia baiana. A pasta do setor e a da Fazenda ainda não fecharam os cálculos, mas Fausto adiantou durante a entrevista que os prejuízos pela não realização do Carnaval, por exemplo, passam de R$ 1 bilhão. Em relação a toda a pandemia o número é muito maior.
O setor de turismo foi um dos mais afetados pela pandemia da Covid-19. Foi um dos primeiros a parar, teve serviços suspensos por meses, e agora retoma aos poucos, mas sofre com baixos números se comparados a anos anteriores.
Apesar do impacto causado pela pandemia, Fausto Franco considera que em dezembro e nesse início de janeiro o setor de turismo da Bahia apresenta bons números e dá sinais de recuperação.
“Teve um bom fim de ano, apesar das aglomerações que muita gente insiste em fazer. Mas a ocupação foi boa. As pessoas não puderam viajar pro exterior, além da pandemia e o medo tem a alta do dólar. Além disso somos o estado do Nordeste mais próximo do eixo Rio-São Paulo, então a gente teve um dezembro e vai ter um janeiro bom, mas muito aquém de outros anos”, disse Fausto em entrevista ao Bahia Notícias
O secretário ainda citou que a Bahia registrou até o momento 80% de recuperação de voos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário