domingo, 17 de janeiro de 2021

Após Aprovação Da Anvisa, Primeira Pessoa é Vacinada No Brasil

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca, a primeira pessoa foi vacinada no Brasil neste domingo (17). A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, há oito meses na linha de frente do combate ao coronavírus no Hospital Emílio Ribas, foi a primeira brasileira uma dose da vacina Coronavac em território nacional.
A aplicação da vacina foi feita minutos após a aprovação do uso emergencial da CoronaVac pela Anvisa. Ao lado do governador de São Paulo, João Doria, Mônica, foi vacinada e comemorou. Mônica tem perfil de alto risco para complicações da covid-19, já que é obesa, hipertensa e diabética.
A enfermeira se inscreveu para vagas de contrato por tempo determinado para atuar dentro do Hospital Emílio Ribas, mesmo ciente de que a unidade estaria no epicentro do combate à pandemia. “Quem cuida do outro tem que ter determinação e não pode ter medo. É lógico que eu tenho me cuidado muito a pandemia toda. Preciso estar saudável para poder me dedicar. Quem tem um dom de cuidar do outro sabe sentir a dor do outro e jamais o abandona,” disse.
Mesmo atuando na linha de frente, nem ela, nem o filho Felipe, de 30 anos, que mora com ela, se infectaram com a covid-19. 

Enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, recebeu a primeira dose da CoronaVac ao lado do governador de São Paulo, João Doria




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário