domingo, 4 de abril de 2021

Cem Mil Podem Morrer Por Covid Em Um Mês No Brasil, Aponta Estudo

Pico deve acontecer em 24 de abril, quando o número de mortes em 24 horas pode chegar a 4 mil.

O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde, da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, prevê que o número de mortos em abril por Covid-19 pode chegar a 100 mil no Brasil. 
De acordo com uma pesquisa da instituição, o número de mortos pode saltar dos atuais 330.297, registrados neste sábado (3), para 436 mil em 4 de maio.
O pico deve acontecer em 24 de abril, quando o número de mortes em 24 horas pode chegar a 4 mil.

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Fiocruz Orienta Que População Fique Em Casa Na Páscoa: ‘Preserve a Vida’

Para a Páscoa, celebrada no próximo domingo (4), a orientação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) é que a população fique em casa, apenas com as pessoas que já convivem juntas. E lembra: “nenhuma medida é capaz de impedir totalmente a transmissão da Covid-19”.
Ainda assim, para quem pensa em promover encontros durante a Semana Santa e no Domingo de Páscoa, a fundação atualizou uma cartilha de recomendações criada para as celebrações do fim do ano passado.
A principal recomendação é preservar a vida. A cartilha lançada pela instituição na quarta-feira (31) tem uma série de dicas para as famílias aproveitarem o momento com segurança sanitária.
Em 16 de março, o serviço de monitoramento da situação da pandemia da Fiocruz nos estados no país constatou que o “Brasil passa pelo ‘maior colapso sanitário e hospitalar da história”.

Recorde de mortes
O Brasil encerrou março como o pior mês da pandemia, com recorde de mortes desde o ano passado em dois terços do país. Foram 66.868 óbitos só em março.
No último dia 24, o Brasil superou a marca de 300 mil vidas perdidas por Covid-19 (veja vídeo abaixo). Só nesta quarta-feira, foram 3.950 mortes em 24 horas, o pior número até então.

Dicas gerais da cartilha da Fiocruz
Usar máscara sempre que não estiver bebendo ou comendo;
Ter uma máscara reserva, limpa e seca para o caso de sujar e precisar trocar;
Evitar aglomerações e mandar a distância de, pelo menos, dois metros;
Dar preferência a locais abertos ou bem ventilados;
Evitar o uso de ar-condicionado;
Lavar as mãos com frequência;
Não compartilhar objetos, como talheres ou copos.
O manual vale para quem vai celebrar a data em casa ou em outro local, e que eventualmente estejam expostas a diferentes níveis de contágio.
Traz, ainda, orientações sobre o número de convidados, preparação e serviço dos alimentos, e até quem deve evitar o encontro.

Por Bom Dia Rio.

Apresentador Da TV Bahia, Danilo Ribeiro é Internado Com Covid-19

O jornalista Danilo Ribeiro, que apresenta o Globo Esporte Bahia, na TV Bahia (Rede Globo), foi internado nos últimos dias após ter complicações da covid-19, doença que descobriu recentemente.
Ele chegou a apresentar o programa até o dia 24 de março, antes de ser afastado.
A doença evoluiu rápido. Segundo o Alô Alô apurou, ele deu entrada numa unidade médica de Salvador com baixa saturação e 50% do pulmão comprometido. Danilo chegou a ser colocado no oxigênio, o que fez a saturação melhorar e ele segue em tratamento.
Além de Danilo Ribeiro, outros colegas de TV Bahia dele também já tiveram a doença, como Camila Marinho, Luana Assiz e Mauro Anchieta, todos já curados. *Fonte: Correio 24h.

Após Alta De UTI De Hospital, Paciente Pede Para Tomar ‘Cerveja Gelada’

Internado por 27 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital de Blumenau-SC, devido a complicações da Covid-19, o paciente Eduardo Benke, de 61 anos, recebeu alta da unidade médica e fez um pedido especial para a equipe médica que estava cuidando dele: poder tomar uma cerveja bem gelada. As informações são do portal NSC Total.
Segundo o site da revista IstoÉ, uma semana antes de receber alta do Hospital Santo Antônio, os profissionais do local se mobilizaram para atender a vontade de Benke, que com a ajuda da nutricionista Ligia Batiston pode tomar uma cerveja sem álcool.
Após tomar a bebida, Benke comemorou em alemão: “das ist sehr heiß”, que traduzindo para o português é “essa é muito gostosa”. O paciente ganhou alta no último dia 30 de março. De acordo com o hospital, Benke saiu da unidade de saúde “feliz por estar indo para casa e rever toda a família”.

Fonte: Bahia. Ba.

Laudo Aponta Que Empresários Vacinados Às Escondidas Em BH Receberam Soro Fisiológico

Ainda não há indícios de vacina contra Covid nos materiais encontrados com a falsa enfermeira

Um laudo da Polícia Federal, obtido pela TV Globo, aponta que parte do material apreendido com a falsa enfermeira que teria vacinado empresários às escondidas em Belo Horizonte é soro fisiológico. Até o momento, não foram encontrados indícios de vacina contra Covid-19 na casa da cuidadora de idosos Cláudia Mônica Pinheiro Torres de Freitas.
A mulher teria vacinado pelo menos 57 pessoas em uma garagem da família Lessa, que comanda grande empresas de transporte da Região Metropolitana da capital mineira. Robson Lessa e Rômulo Lessa admitiram que organizaram a imunização que seria contra o coronavírus. 
“Os resultados dos exames são compatíveis com a descrição contida no rótulo do produto, ou seja, que o mesmo se trata de produto farmacêutico denominado soro fisiológico (solução cloreto de sódio)”, diz o documento.

sexta-feira, 26 de março de 2021

Bruno Reis Revela Possibilidade De Haver São João Este Ano, Caso Vacinação Acelere Em Salvador

Prefeito decidiu não antecipar feriados na capital baiana.

O prefeito Bruno Reis explicou hoje (26), em uma coletiva de imprensa, que decidiu não antecipar os feriados porque espera que haja a possibilidade da situação da pandemia da Covid-19 em Salvador melhorar, por conta da vacinação eficiente na capital, permitindo comemorações e a atração de turistas ainda este ano.
De acordo com o gestor municipal, antecipar feriados seria, por exemplo, “sepultar o São João”, quando “as vacinas estão chegando”, e “a depender da celeridade, poderá ser realizado ou não”. “Outras datas importantes que nós anteciparíamos iriam acabar comprometendo o trade turístico porque essas datas servem para a atração de visitantes e turistas”, completou Reis. 
 Ontem (25), a cidade atingiu o segundo recorde seguido de aplicações de vacinas contra o coronavírus, com 16.019 doses em 24 horas. Hoje (26), o prefeito prometeu superar a quantidade.

quinta-feira, 25 de março de 2021

Prefeitura Anuncia Benefício Para Profissionais De Eventos De Até R$ 1,1 Mil Em Salvador

SOS Cultura vai beneficiar trabalhadores do setor de cultura e eventos, afetados pela pandemia.

Os prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou hoje (25), em coletiva virtual nas redes sociais, o benefício que vai beneficiar trabalhadores do setor de cultura e eventos, afetados pela pandemia da Covid-19. Batizado de SOS Cultura, o projeto vai beneficiar profissionais com renda de até três salários mínimos. Segundo Bruno Reis, o valor será de até R$1.100, sendo que metade será bancado pela prefeitura e outra parte do parceiros. Beneficiários de outros programas sociais não vão ter acesso ao benefício.
Caso seja aprovado na Câmara Municipal de Salvador, o projeto terá o detalhamento anunciado pela prefeitura posteriormente. Terão direito ao benefício os trabalhadores da área da cultura e cadastrados na Fundação Gregório de Mattos em plataforma própria e validados mediante documentação pessoal e documento comprobatório da sua atuação cultural.
Também estão autorizados a receber trabalhadores do setor de eventos e eventos sociais, cadastrados na Empresa Salvador Turismo (Saltur) ou na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Emprego e Renda (Semdec), além dos trabalhadores do Centro Histórico cadastrados na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult). 

domingo, 21 de março de 2021

STJ Autoriza Mulher Arrependida a Retomar Nome De Solteira

© Marcello Casal JrAgência Brasil

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou uma mulher, que alegou abalo emocional e psicológico, a voltar a usar o nome de solteira por não ter se adaptado ao nome de casada.
Embora não haja previsão legal para o procedimento, a relatora ministra Nancy Andrighi, destacou que, nesse tipo de caso, “deve sobressair, a toda evidência, o direito ao nome enquanto atributo dos direitos da personalidade”.
A relatora destacou que a mudança de nome não necessariamente prejudica a identificação da pessoa, que pode ser feita pelos números de documentos como CPF e RG, por exemplo.
À Justiça, a mulher alegou que a adoção do nome do marido lhe gerou desconforto por ter ocorrido em detrimento ao sobrenome do pai, que se encontra em vias de sumir, pois os últimos familiares que o carregam estão em grave situação de saúde. Por esse motivo, ela desejava retomar o uso do nome de solteira, para que ele não deixe de existir.
A mulher conseguiu uma primeira decisão favorável, mas que depois foi revertida em segunda instância, motivo pelo ela qual recorreu ao STJ.
Conforme o voto da relatora, o STJ reconheceu que as justificativas para a mudança de nome não eram frívolas e que o tribunal tem cada vez mais flexibilizado as regras que disciplinam as trocas de nome, de modo a amoldá-las a uma nova realidade social.
A ministra Nancy Andrighi reconheceu que ainda é comum as mulheres abdicarem de parte significativa de seus direitos de personalidade para incorporar o sobrenome do marido, devido a motivos diversos, entre os quais a histórica dominação patriarcal e o desejo de usufruir do prestígio social do nome. A evolução da sociedade, contudo, tem reduzido a fenômeno, acrescentou ela.
A adoção do nome do marido ao se casar é facultativa no Brasil desde os anos 1960. A partir do Código Civil de 2002, o marido também pode acrescentar o sobrenome da mulher ao seu. A legislação prevê que o nome de solteira pode voltar a ser adotado em alguns casos específicos, entre os quais o divórcio e a condenação do cônjuge na esfera criminal.

Mourão Diz Que Governadores Devem Decretar Lockdown

Hamilton Mourão afirmou nesta quinta-feira à coluna que cada governante deve adotar as medidas necessárias para combater a Covid, inclusive com lockdown, se for preciso.
Questionado sobre a decisão de 24 das 27 unidades da federação terem aumentado restrições de circulação em meio ao recorde de mortes, disse Mourão:
“Cada gestor tem a avaliação da situação em sua região e deve tomar as medidas necessárias”.
Jair Bolsonaro, como se sabe, pensa bem diferente.
Também nesta quinta-feira, Bolsonaro afirmou que atividade essencial é “toda aquela necessária para um chefe de família levar o pão para dentro de casa”.

E completou:
“Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando?”. 

Informações da ÉPOCA.

Pesquisa Mostra Lula e Bolsonaro Empatados Na Disputa Em 2022

Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta sexta-feira (12) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido) empatados tecnicamente na disputa pela Presidência da República em 2022. De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, Bolsonaro alcança 27% das intenções de voto, enquanto Lula tem 25%. Sergio Moro tem 10% das intenções de voto, Ciro Gomes (PDT) fica com 9% e Luciano Huck com 6%. Em eventual segundo turno, Bolsonaro teria 41% e Lula, 40%.
Nas outras simulações de segundo turno, Bolsonaro aparece à frente de Fernando Haddad (PT) (40% a 36%), de Luciano Huck (37% a 32%), de Ciro Gomes (39% a 37%), de Guilherme Boulos (PSOL) (40% a 30%) e de João Doria (PSDB) (39% a 29%) – mas numericamente atrás de Sergio Moro (31% a 34%). Já no levantamento espontâneo, quando os nomes não são citados, Bolsonaro foi de 21% para 25%, e Lula, de 5% para 17%.
Questionados sobre o perfil do próximo presidente, 52% dizem preferir votar em um candidato que “mude totalmente a forma como o Brasil está sendo administrado”. Outros 29% dizem preferir alguém que “mude um pouco”, 15% “que dê continuidade à forma atual”. Foram realizadas 800 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 9, 10 e 11 de março. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Procon-BA Divulga Lista De Empresas Com Maior Número De Reclamações Em 2020

A Superintendência de Defesa do Consumidor da Bahia (Procon-BA) divulgou lista das empresas com o maior número de reclamações na Bahia em 2020. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (15), Dia do Consumidor.
Segundo o Procon-BA, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) foi a empresa com o maior número de reclamações no ano passado. De acordo com o Procon-BA, entre os assuntos mais reclamados no ano passado, 30% foram de serviços relacionados à água e esgoto.
Outra empresa que aparece na lista é a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), em quinto lugar nas reclamações. Em segundo lugar nos assuntos mais reclamados, estão os serviços de telefonia fixa, com 18% de reclamações.
Entre as áreas mais reclamadas no Procon-BA, 35% referem-se a serviços essenciais; 30% produtos; 16% assuntos financeiros; 14% serviços privados; entre outros.
Ainda segundo o Procon-BA, em 2020 na Bahia, foram registradas 76.390 reclamações no site Consumidor.gov.br. Destas 76,28% foram resolvidas e 23,72% ficaram sem respostas. As informações são do G1.

Confira as 10 empresas com mais reclamações em 2020:
1. Embasa
2. Oi
3. Telemar - OI
4. Casas Bahia / Ponto Frio
5. Coelba
6. TIM
7. Ricardo Eletro
8. Magazine Luiza
9. Vivo
10. Motorola

Partidos De Centro Se Movimentam Para Evitar Polarização Entre Lula e Bolsonaro

Partidos de centro da política nacional começam a se movimentar antevendo o clima de polarização que pode se repetir em 2022, na disputa para presidente da República.
Com a absolvição do ex-presidente Lula e o resgate de seus direitos políticos, parlamentares e especialistas acreditam que o petista ganhou força política e ressonância, tendendo a chegar no ano que vem como a principal voz de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), repetindo assim a polarização ocorrida em 2018.
“Bolsonaro e Lula são a mesma coisa. Querem a violência, a ruptura, a polarização. Agora, a unidade do centro se torna imperativa. Os nomes terão de se definir. Não dá para esperar o fim do ano para decidir quem é o nome capaz de unir o centro”, afirmou o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta , cotado para disputa da presidência pelo Democratas, em entrevista à Revista Istoé.
Outro nome cotado a ir à público cobrar uma resposta rápida da centro-direita na apresentação de uma candidatura foi João Amoedo, empresário e presidente nacional do Novo.
“Nós caminharemos para uma consolidação de nomes. É o cenário que tornará viável que nós possamos sair dessa polarização entre PT e Bolsonaro. É natural que isso ocorra. Não será um processo fácil, porque muitas pessoas podem ter como objetivo a candidatura, mas na medida que houver uma percepção que o nosso objetivo não é ter uma candidatura, mas sim melhorar o Brasil, será natural que haja, pelo menos por parte da centro-direita, uma consolidação em um nome que possa ser competitivo e uma opção de fato”, destacou ele, em entrevista ao programa Bahia Notícias no Ar.
Centro-esquerda - A retomada dos direitos políticos de Lula e sua possível candidatura também altera os planos no tabuleiro da centro-esquerda, que contava até então com uma disputa velada que ia de Fernando Haddad (PT) a Ciro Gomes (PDT), passando por Flávio Dino (PCdoB), Guilherme Boulos (PSOL) e podendo alcançar até Luiza Trajano, empresária e proprietária da rede varejista Magazine Luiza.
Ciro afirmou que, caso o PT indique o ex-presidente Lula para concorrer à presidência, eles caminharão em campos opostos.

Governo Entrega Duplicação Da BR-116 Até Santa Bárbara; Obras Avançam Agora No Sentido Serrinha

O Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, entregou, nesta sexta-feira (12), mais um trecho de duplicação da BR-116, entre Feira de Santana e Santa Bárbara. Localizado no lote de obras nº 6, o novo segmento de 16km concluído pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) torna a rodovia integralmente duplicada entre as duas cidades. As obras avançam agora no sentido Serrinha.
“Quando falamos na duplicação desse trecho, estamos falando de Feira de Santana, que é o maior entroncamento rodoviário do Nordeste e um dos maiores do Brasil. Além disso, o empreendimento vai beneficiar diretamente os moradores de Santa Bárbara, cidade conhecida pela produção de requeijão. A BR-116 é fundamental em nossa estratégia de interiorizar a logística do país. Em especial, na Bahia, onde ela opera como principal corredor de integração do estado", afirmou o ministro Tarcísio Freitas.
Os serviços realizados neste lote tiveram o investimento de mais de R$ 169 milhões e contribuem para o desenvolvimento desse corredor logístico, além da redução do número de acidentes. Ainda estão previstos serviços de construção de quatro viadutos, duas pontes e 12 passarelas.
Entregas na Bahia - A entrega do trecho de duplicação da BR-116/BA se soma a outros recém-abertos na Bahia pelo Ministério da Infraestrutura em 2021. Foram 67km de ampliação da BR-135 na região de Coribe; 75km de pavimentação na BR-235/BA, próximo a Jeremoabo; e agora 16km de duplicação.
"Estamos chegando a 161 quilômetros entregues na Bahia somente em 2021, e até abril ainda vamos abrir mais 26km de pista duplicada em pavimento de concreto na BR-101/Bahia em direção a Alagoinhas. Também estamos aguardando o orçamento para já iniciar as obras do Contorno de Feira, umas das mais importantes para a infra da região", explicou Tarcísio.

Datafolha: 56% Consideram Que Bolsonaro Não Pode Liderar o Brasil

Cresceu para 56% o número de brasileiros que consideram o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) incapaz de liderar o país. Os dados da DataFolha foram divulgados no pior momento da pandemia da Covid-19 no país.
A pesquisa foi realizada em 15 e 16 de março, na qual foram ouvidas 2.023 pessoas por telefone em todo o país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.
Em 21 e 22 de janeiro, 50% dos entrevistados responderam que o chefe do Executivo é incapaz de governar o país. O número dos que consideram Bolsonaro capaz de liderar foi de 46% para 42%, oscilação negativa no limite da margem de erro, de lá para cá. Não souberam responder 3%, ante 4% no começo do ano.
Já quanto à pandemia, os entrevistados avaliaram Bolsonaro de forma negativa. Seu manejo em frente à Covid-19 é visto como ruim ou péssimo por 54%; outros 43% o culpam pelo estágio atual da crise sanitária.
Quando a pandemia começou, em março do ano passado, Bolsonaro era mais bem visto pelo povo brasileiro. Em abril de 2020, 52% o consideravam capaz de liderar o país, ante 42% que o julgavam incapaz. A curva foi invertida nos levantamentos seguintes, mas manteve-se estável até a subida registrada agora.
Entre os que consideram o presidente mais incapaz estão os mais ricos, que ganham acima de 10 salários mínimos (62%), assim como quem tem curso superior (também 62%). Já os moradores do Nordeste, região que retomou sua tradição de oposição mais incisiva a Bolsonaro desde a virada do ano, somam 63% dos críticos.
Acreditam mais que o presidente tem condições de liderança grupos usualmente mais bolsonaristas: moradores do Sul (51% acham que ele é capaz) e do Norte e Centro-Oeste (49%), além de evangélicos (52%) — um nicho influente, que abarca 24% da amostra do Datafolha.

Decreto Suspende Comércio Não Essencial Em 22 Municípios Baianos

Decreto estadual, publicado nesta sexta-feira (19), com validade a partir da próxima segunda-feira (22) até o dia 29 de março, fecha o comércio não essencial em 22 municípios baianos.
São eles:  Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Cansanção, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Juazeiro, Nordestina, Pilão Arcado, Pindobaçu, Ponto Novo, Queimadas, Remanso, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Sobradinho e Uauá.
Com a medida, apenas o comércio essencial poderá funcionar, como é o caso das atividades relacionadas à saúde, venda de gêneros alimentícios, feiras livres, segurança e atividades de urgência e emergência.
O toque de recolher, mantido em todo o Estado até 1° de abril, será ampliado em uma hora, indo das 19h às 5h, neste mesmo período.
Estabelecimentos comerciais como restaurantes, bares e congêneres devem funcionar com portas fechadas, sendo permitida apenas a entrega em domicílio (delivery) até as 24h. Fica vedada, nos 22 municípios, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, das 18h de 26 de março até às 5h de 29 de março.
Os estabelecimentos que funcionem como mercados poderão comercializar somente gêneros alimentícios, bebidas não alcoólicas e produtos de limpeza e higiene, sendo vedada a venda de bebidas alcoólicas, no período de 22 a 29 de março.
Também ficam suspensos, de 22 a 29 março, as atividades presenciais nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual não enquadrados como serviços públicos essenciais e os atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).
A Secretaria da Segurança Pública (SSP), por meio das polícias Militar e Civil, apoiará as gestões municipais para garantir o cumprimento das medidas restritivas adotadas.

Xand Avião “Segura” Funcionários Mas Se Vê Obrigado a Demitir Após 1 Ano Sem Shows

A pandemia está dificultando a situação de saúde e também econômica em todo mundo, principalmente no Brasil. Na área artística o cenário é ainda pior. Nesta terça (16) anunciou a demissão de parte dos funcionários da equipe. O artista conseguiu por 1 ano manter as remunerações, mas as reservas esgotaram.
“Sem a previsão de retomada das apresentações públicas por conta da pandemia do Covid-19, e pelo atual momento que vários setores vivem, o cantor Xand Avião precisou demitir alguns funcionários. Após quase um ano mantendo seus músicos e equipe de produção, mesmo sem shows e eventos, o cantor infelizmente precisou tomar tal atitude este mês. A intenção é recontrata-los assim que possível”, afirma nota da assessoria do artista.
A quantidade de funcionários que foram demitidos e quais eram as funções exercidas, não foram reveladas. Após 1 ano sem shows, a tendência é que situação seja ainda pior.

sábado, 20 de março de 2021

Corpo De Irmão Lázaro Será Enterrado Neste Sábado Em Salvador; Artistas e Autoridades Prestam Homenagens

Cerimônia será restrita à família do vereador

O corpo do vereador e cantor Irmão Lázaro (PL) será enterrado na tarde de hoje (20) em Salvador. Segundo a assessoria do edil, o sepultamento será restrito somente para familiares. Não há informações sobre o local e horário. O político morreu na noite de ontem (19), vítima de complicações da Covid-19. Lázaro estava internado há quase um mês na UTI de um hospital de Feira de Santana. Nas redes sociais, artistas e autoridades públicas prestaram as últimas homenagens a Irmão Lázaro. Confira:

Rui Costa, governador da Bahia
"A morte de Irmão Lázaro é uma perda para as comunidades cristã e evangélica e para o mundo gospel, para quem manifesto minha solidariedade. O vereador de Salvador é mais uma vítima da Covid-19, que continua avançando e destruindo famílias em todo o país. Meus sentimentos aos familiares e amigos pela perda".

Bruno Reis, prefeito de Salvador
"O prefeito Bruno Reis recebeu com muita tristeza a notícia da morte de Irmão Lázaro. “Estávamos torcendo juntos, fazendo orações em público ou em segredo, sempre pedindo a Deus pela sua recuperação, que infelizmente não veio. Era um amigo próximo, esteve junto conosco nas últimas campanhas pro governo do estado e prefeituras. Sua alegria, seu canto de louvor a Deus farão muita falta. Para sempre lembraremos o seu olhar carismático e sincero. Temos de ter muita força nesta hora. Muita perseverança. Estamos perdendo pessoas próximas, parentes, amigos. Antes muita gente, a maioria, dificilmente sabia de alguém próximo que tivesse sido vitimado pela doença. Agora, não. A situação é mesmo muito, muito grave.  Mais do que nunca precisamos fazer uma reflexão sincera sobre responsabilidade, sobre solidariedade. Não dá mais para desdenhar das medidas de proteção à vida. O uso de máscara é fundamental e obrigatório. O distanciamento social também. Meus sentimentos mais sinceros estão unidos agora à família e amigos de Irmão Lázaro.".

ACM Neto, ex-prefeito de Salvador
"Em apenas uma semana, 15 mil pessoas morreram no país. Só eu perdi duas pessoas muito queridas. Hoje, com tristeza, me despeço de Irmão Lázaro, mais uma vítima da covid. Não são só números. São vidas, histórias, famílias em luto. Lázaro era um grande companheiro da vida pública, um homem de fé e um artista que emocionou muita gente com sua voz inconfundível. Meus sinceros sentimentos a todos familiares e amigos"

Regis Danese, cantor gospel
"Que triste, triste, triste. Não estou acreditando meu Deus, oramos tanto, mas a sua vontade prevaleceu oh Pá, que o Espírito Santo console toda sua família".

André Valadão, cantor gospel e pastor
"Irmão amado. No colo do Papai. 'Eu vou subir' vá em paz".

Xanddy, cantor da banda Harmonia do Samba
"Só essa semana foram várias perdas, algumas de pessoas tão próximas, a exemplo do nosso querido Irmão Lázaro.? Que Deus possa consolar e dar forças a todos os familiares e amigos que tem perdido seus entes queridos e tbm aos que estão com familiares internados travando essa batalha.
Estamos no meio de uma guerra, por favor se cuidem, se protejam e se apeguem muito a Deus, pq esse negócio não é brincadeira!!".

Fonte: Metro1.

Estudante De 18 Anos Morre Após Desmaiar Durante Relação Sexual, Diz Marido

A estudante Vitória Castro, de 18 anos, morreu dentro da própria casa em São Vicente, no litoral de São Paulo. Segundo registrado no boletim de ocorrência, a jovem teria desmaiado durante uma relação sexual com o marido, de 19, conforme ele relatou à polícia. O caso ocorreu por volta da 1h40 desta quinta-feira (18), no bairro Jóquei Clube.
Conforme apurado pelo G1, policiais foram acionados ao imóvel e, chegando lá, encontraram o pai da vítima. Ele relatou às autoridades que o genro ligou pedindo ajuda e informando que a estudante havia desmaiado no banheiro.
Chegando ao local, o pai da jovem encontrou o genro abraçado à sua filha. Em seguida, acionou a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando os policiais chegaram ao endereço indicado, encontraram a vítima já sem vida.
O marido relatou à polícia que, após ter uma relação sexual com sua esposa no quarto, foi para o banheiro, e ao tomar banho, chamou a jovem. Ainda de acordo com o depoimento dele à polícia, quando os dois estavam em nova relação sexual, ela deu um suspiro e desmaiou.
Conforme a Polícia Civil, o pai da jovem informou que ela havia sido mãe recentemente, e que o neto tem apenas dois meses. Ele também relatou que a estudante não fumava, não bebia e não usava drogas.
Em entrevista ao G1 nesta sexta-feira (19), o médico cardiologista Luiz Claudio Behrmann Martins, que atua na Santa Casa de Santos e é membro do grupo Arritmia Med, explicou que é possível morrer durante uma relação sexual e, por isso, são necessários cuidados.
“É possível sim. Isso pode ser causado porque você pode ter uma morte súbita secundária causada pelo excesso de esforço físico. Apesar disso, é incomum que aconteça em pessoas com menos de 35 anos. Mas há outras patologias que poderiam estar associadas ao mal súbito”, explica. Fonte: G1 Santos.

Morre o Cantor Gospel e Vereador Irmão Lázaro, Por Complicações Da Covid-19

Morreu, na noite de sexta-feira (19), o vereador Irmão Lázaro, vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado há quase um mês em um hospital de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. A informação foi confirmada pela assessoria do vereador.
Irmão Lázaro, que também era cantor gospel, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Feira de Santana desde 25 de fevereiro.
O último boletim médico divulgado ainda na noite de sexta-feira indicava o quadro muito delicado do vereador. Nesta sexta, o paciente não apresentou nenhuma intercorrência, permanece estável e o seu quadro requer muito cuidado.
No dia em que foi internado, ainda em fevereiro, ele seria transferido para outra unidade particular, só que em Salvador, mas teve agravamento do quadro de saúde e os médicos, por precaução, preferiram suspender a transferência devido ao estado de saúde delicado dele. No dia 27 de fevereiro ele chegou a melhorar o nível de oxigenação.
De acordo com familiares, Irmão Lázaro tinha sido diagnosticado com a Covid-19 no dia 15 de fevereiro e desde então fazia o tratamento em casa. No entanto, no dia 22 de fevereiro, ele sentiu desconforto, febre e procurou o médico. Ao chegar no hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ele ficou internado em um leito clínico. Três dias depois, ele precisou ser transferido para UTI.
Irmão Lázaro foi eleito vereador de Salvador em 15 de novembro de 2020, com 4.273 votos. Ele já foi deputado federal entre 2015 e 2018, ano em que concorreu a uma vaga no senado, mas não ganhou.
Lázaro já foi integrante do grupo Olodum nos anos 90, mas decidiu seguir carreira de cantor gospel após se converter à religião evangélica. Um dos seus grandes sucessos, a música gospel “Eu te amo tanto”, faz parte de um CD e DVD homônimo gravado em 2008 na Bahia.

sexta-feira, 19 de março de 2021

WhatsApp e Instagram Apresentam Instabilidade e Saem Do Ar

Problema foi relatado por usuários e logo se tornou um dos assuntos mais comentados da internet.

A rede social Instagram e o aplicativo de mensagens WhatsApp apresentaram instabilidade e saíram do ar em algumas regiões do mundo. De acordo com usuários, as mensagens não conseguiam ser enviadas por volta das 14h20, enquanto que a plataforma de vídeos e fotos apresentou problemas para acessá-la.
No Twitter, que continua de pé, o assunto logo se tornou um dos tópicos mais comentados da internet. 
Ainda não se sabe o que causou o problema e nem o período para retornar ao normal.

quarta-feira, 17 de março de 2021

'Não Adianta Trocar As Rodas Da Carroça Se o Problema Está No Burro Que Puxa', Diz Rui Sobre Ministro Da Saúde

Governador da Bahia voltou a criticar condução do governo Bolsonaro durante a pandemia do coronavírus.

O governador da Bahia, Rui Costa, comentou hoje (17), em tranmissão ao vivo nas redes sociais, a troca de mais um titular do Ministério da Saúde no governo Jair Bolsonaro: "Não adianta trocar as rodas da carroça se o problema está no burro que puxa". O médico cardiologista Marcelo Queiroga será o quarto ministro a comandar a pasta durante a pandemia da Covid-19, substituindo o general Eduardo Pazuello. 
Segundo Rui, não adianta trocar o ministro se a condução que o presidente faz está errada. "Portanto, vai continuar, na minha opinião, ele estimulando as pessoas a não usar máscara, aglomerar, ridicularizar a vacinação - ele chamava de 'vachina'", afirmou. 
"Eu dizia que eles iam entrar para a história do Brasil como o pior governo que já existiu, mas infelizmente vai ser ainda pior do que isso. Daqui a 50 anos, a humanidade vai se lembrar, quando for falar da pandemia da covid-19, no mundo inteiro vai falar: 'Qual foi o pior país do mundo a cuidar da pandemia? Onde foi que morreu mais gente? Qual foi o país do mundo que contaminou mais gente?' Vai dizer que foi o Brasil. E quem era o presidente? Era aquele cidadão que não acreditava na ciência, que pregava que a população tinha que se expor, que não se importava que morressem 300.000 pessoas", criticou o governador.  
Queiroga afirmou ontem (16) que vai seguir a política já estabelecida pelo governo federal no combate à pandemia, a qual ele elogiou. "A política é do governo Bolsonaro. A política não é do ministro da Saúde. O ministro da Saúde executa a política do governo", disse à imprensa antes de uma reunião com Pazuello. Fonte: Metro1.

Pesquisa Aponta Rejeição Recorde a Bolsonaro De 54% Na Gestão Da Pandemia

Mais da metade dos entrevistados vê atuação do presidente como ruim ou péssima.

A pesquisa do instituto Datafolha apresentada hoje (17) aponta um recorde na rejeição do trabalho do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19. De acordo com o levantamento, 54% dos brasileiros veem sua atuação como ruim ou péssima. Na pesquisa passada, realizada em 20 e 21 de janeiro, 48% reprovavam o trabalho de Bolsonaro na pandemia.​
A pesquisa desta semana aponta que o índice daqueles que acham sua gestão da crise ótima ou boa passou de 26% para 22%, enquanto quem a vê como regular foi de 25% para 24%. Não opinaram 1%.
O instituto ouviu por telefone 2.023 pessoas nos dias 15 e 16 de março. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos. Consideram o presidente o principal culpado pela fase aguda da pandemia, que já matou mais de 280 mil no país e vê um colapso nacional do sistema de saúde devido ao pico de infecções, 43% dos ouvidos.
Nesta semana, o quarto ministro da Saúde do governo Bolsonaro foi anunciado: Marcelo Queiroga assume a pasta que era ocupada por Eduardo Pazuello. 

Confira o detalhamento da pesquisa:
  • 54% avaliam como ruim ou péssima a atuação de Bolsonaro na pandemia (janeiro: 48%; dezembro: 42%; agosto: 43%; junho: 49%; maio: 50%; abril: 45%; abril: 38%; abril: 39%; março: 33%)

  • 22% avaliam como ótima ou boa a atuação de Bolsonaro na pandemia (janeiro: 26%; 27dezembro: 30%; agosto: 30%; junho: 27%; maio: 27%; abril: 27%; abril: 36%; abril: 33%; março: 35%)

  • 24% avaliam como regular a atuação de Bolsonaro na pandemia (janeiro: 25%; dezembro: 27% agosto: 25%; junho: 23%; maio: 22%; abril: 25%; abril: 23%; abril: 25%; março: 26%)

  • Não soube responder: 1%

quarta-feira, 10 de março de 2021

Em Reunião Com Rui Costa, Prefeitos Da Região Sisaleira Decidem Autorizar Reabertura Do Comércio

Prefeitos de municípios do território do sisal decidiram em reunião virtual com o governador da Bahia, Rui Costa, nesta terça-feira (9), não aceitar a prorrogação do decreto estadual que proíbe o funcionamento do comércio não essencial em algumas cidades da região.
Em um vídeo publicado nas redes sociais logo após o término da reunião, o prefeito de Conceição do Coité, Marcelo Araújo, anunciou que os gestores decidiram, por unanimidade, liberar a abertura dos estabelecimentos comerciais a partir da manhã desta quarta-feira (10), quando vence o prazo do decreto estadual em vigor desde o último sábado (6).
Um dos que participaram da reunião com Rui Costa nesta terça foi o prefeito de Santaluz, Arismário Barbosa Júnior. Na segunda-feira (8), durante reunião com comerciantes do município ele firmou compromisso de liberar as atividades não essenciais a partir desta quarta, independentemente de um possível posicionamento contrário do governo do estado (lembrar).
Arismário disse que um decreto regulamentando a abertura será publicado no Diário Oficial do Município.
“O decreto que será publicado priorizará as medidas de prevenção contra a COVID-19. Levaremos em consideração a fala de cada comerciante e também exigiremos os cuidados, intensificando a fiscalização. Os comércios e as pessoas precisam seguir as orientações para mantermos o equilíbrio entre a economia e o cuidado com a vida dos nossos munícipes”, afirmou o prefeito em texto publicado nas redes sociais da prefeitura nesta terça-feira. Informações: Notícias de Santaluz.

'Fui Vítima Da Maior Mentira Jurídica Já Contada Em 500 Anos', Diz Lula Em Pronunciamento

Petista fez críticas a Bolsonaro e diz que presidente não é eleito para incentivar compras de armas.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou pela primeira voz após os atos condenatórios que pesavam contra ele serem anulados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em pronunciamento hoje (10), no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo, na região do ABC, o petista afirmou que tinha certeza de que este dia chegaria. "Eu tinha tanta confiança e tanta consciência do que estava acontecendo no Brasil que eu tinha certeza de que esse dia chegaria. Ele chegou", disse Lula.
O ex-presidente afirmou ser vítima da "maior mentira jurídica contada em 500 anos de história" e que todos os fatos indicam sua inocência. "Se tem um brasileiro que tem razão de ter muitas e profundas mágoas sou eu, mas não tenho. Sinceramente não tenho, porque o sofrimento que o povo brasileiro está passando, o sofrimento que as pessoas pobres estão passando nesse país é infinitamente maior que qualquer crime que cometeram contra mim", declarou Lula. 
Lula ainda comentou a atual situação dos brasileiros atingidos pela pandemia, seja pela questão de saúde como na economia. "Não tem dor maior para um homem ou mulher em qualquer país do mundo e não ter a certeza de um café com pão e manteiga para tomar. Não tem dor maior para um ser humano para ele do que chegar na hora do almoço e não ter um prato com feijão e farinha para dar ao seu filho. Do que o cidadão estar desempregado e no final do mês não ter um salário no final do mês", disse o ex-presidente. "Essa dor que a sociedade brasileira está sentindo agora me faz dizer que a dor que eu sinto não é nada diante da dor que sofrem milhões e milhões de pessoas de quase 270 mil pessoas que viram seus entes sofrerem, que viram seus pais, avós, mãe, sua mulher, seu marido, filho ou neto, e sequer puderam se despedir dessa gente na hora que sempre consideramos sagrada: a última visita e a última olhada na cara de quem a gente ama", acrescentou.
Se dirigindo a Jair Bolsonaro, Lula falou que não é papel do presidente fomentar a compra de armas para a população e sim estar atenta às reais necessidades do povo brasileiro. "Um presidente da República não é eleito para falar bobagem ou fake news. Não é eleito para incentivar a compra de armas como se nós tivéssemos necessitando de armas. Quem está precisando de armas são as nossas Forças Armadas, nossa polícia que muitas vezes sai para a rua combater a violência com um 38 velho, todo enferrujado. Não é a sociedade brasileira. Não são os fazendeiros que estão precisando de armas para matar sem-terra ou pequenos proprietários. Não são milicianos que estão precisando de armas para fazer o terrorismo na periferia deste país, para matar meninos e meninas, sobretudo meninos e meninas negras, que são as maiores vítimas das armas e balas perdidas do país", afirmou o petista.

segunda-feira, 8 de março de 2021

Municípios Com Eleitor Mais Conservador Têm Menos Políticas Para Proteger Mulheres Da Violência, Mostra Estudo


Municípios brasileiros de eleitorado mais conservador tendem a adotar menos políticas públicas de combate à violência contra mulher que as demais cidades do país, aponta ampla pesquisa realizada por dois acadêmicos brasileiros que atuam em universidades europeias — Malu Gatto (professora da University College London) e Victor Araújo (pesquisador da Universidade de Zurich).

Segundo o estudo, eleitores conservadores costumam considerar menos urgentes e prioritárias medidas governamentais para reduzir a agressão contra mulheres, o que acaba tendo o efeito prático de limitar a adoção dessas ações onde esse segmento têm mais peso político.
Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram a aplicação da Lei Maria da Penha em todos os 5.570 municípios brasileiros, a partir de dados da Pesquisa de Informações Básicas Municipais de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Essa legislação, aprovada em 2006, prevê uma série de medidas a serem adotadas pelas prefeituras para aumentar a proteção às mulheres e a punição aos agressores, como centros de abrigo para as vítimas, serviços de saúde voltados para casos de agressão doméstica e sexual, delegacias e juizados especializadas em violência de gênero, entre outros. Sua implementação, porém, ainda é bastante desigual no país.
Com objetivo de identificar se há uma relação entre a adoção dessas políticas e o perfil dos eleitores, Gatto e Araújo cruzaram as informações do IBGE sobre aplicação da Lei Maria da Penha com um mapeamento ideológico do eleitorado em cada município brasileiro desenvolvido pelos pesquisadores Timothy J. Power (Universidade de Oxford, no Reino Unido) e Rodrigo Rodrigues-Silveira (Universidade de Salamanca, na Espanha).
Além disso, o estudo utilizou dados de uma pesquisa do Instituto Datafolha sobre o posicionamento do brasileiro em vários temas, incluindo questões sobre violência de gênero, para identificar como o eleitor conservador vê a necessidade de políticas públicas nessa área.

No ano passado, 105 mil denúncias de violência contra a mulher foram registradas por meio de canais do governo federal como Ligue 180 (central de atendimento à mulher) e Disque 100 (direitos humanos), divulgou o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) no domingo (07/03), véspera do Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta segunda-feira (08/03).
O número representa doze denúncias recebidas por hora. Do total, 72% (75.753 denúncias) são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher

Políticas refletem preferência do eleitor
O artigo com as conclusões dos pesquisadores sobre o impacto do conservadorismo nas políticas de proteção à mulher foi aceito para publicação na revista científica Comparative Political Studies. À BBC News Brasil, Malu Gatto disse que pesquisa inova ao olhar para a influência do eleitorado na implementação dessas políticas.
Segundo a professora, diversos estudos apontam que o perfil ideológico de parlamentares tem pouca influência na aprovação de leis de proteção às mulheres — ou seja, políticos conservadores não são menos propensos que os progressistas a votar a favor dessas legislações.
Isso ocorre por ser um tema que gera pouca divergência entre os políticos, nota ela: "Assim como nenhum político diz que é a favor da corrupção, nenhum se apresenta publicamente contra a proteção da mulher. É um assunto em que existe consenso".
Por outro lado, ressalta a professora, a implementação de políticas públicas já é mais sensível às preferências ideológicas do eleitorado, já que os recursos públicos são limitados, exigindo que as autoridades definam prioridades.

"O político vai priorizar áreas que o seu eleitorado quer priorizar, e o eleitor conservador não prioriza tanto a violência contra a mulher ou não considera que a violência contra a mulher seja tão séria quanto o eleitor progressista. Isso repercute na maneira como os políticos locais respondem à priorização ou, no caso, à falta de priorização do eleitorado com relação a essas políticas", afirma Gatto.
Na avaliação dos autores, a pesquisa indica que o momento de avanço de governadores conservadores no mundo representa uma ameaça à segurança das mulheres.

Pesquisa fez amplo cruzamento de dados
Para identificar as preferências do eleitorado nos municípios brasileiros, os pesquisadores Timothy J. Power e Rodrigo Rodrigues-Silveira classificaram os partidos brasileiro numa escala gradativa entre direita e esquerda, a partir de questionários respondidos ao longo de anos por membros do Congresso Nacional. Depois, analisaram os votos recebidos em cada município por 2,275 milhões de candidatos de 42 partidos nas treze eleições realizadas de 1994 a 2018.
Usando esse mapeamento ideológico e as informações do IBGE sobre aplicação da Lei Maria da Penha, Malu Gatto e Victor Araújo conseguiram calcular o quanto o conservadorismo do eleitor influencia na adoção de políticas de combate à violência contra mulher.
Para fazer esse cálculo, os pesquisadores desenvolveram equações matemáticas (técnica conhecida como econometria) que permitiram também isolar outros fatores que poderiam influenciar na adoção dessas políticas, para assim evitar que a análise sobre o impacto do perfil ideológico do eleitorado pudesse estar contaminada por outros elementos.
Como resultado, o estudo encontrou que "um aumento de um ponto na escala do conservadorismo eleitoral (onde valores mais altos correspondem a preferências mais conservadoras) está associado a uma média de 0,45 a menos de instrumentos de política no nível municipal".
"Em outras palavras, eleitores mais conservadores tendem a adotar menos políticas para combater a violência contra a mulher", diz ainda o artigo.
Ao isolar outros fatores que poderiam influenciar o resultado da análise, o estudo testou variáveis como taxa de feminicídio (proporção de mulheres mortas por razões de gênero no município), número de mulheres eleitas na cidade, força do voto evangélico, qualificação da burocracia (quantidade de servidores com educação terciária), entre outras.
Os resultados foram diversos. Por exemplo, cidades com taxas mais altas de assassinatos de mulheres por questões de gênero não necessariamente são aqueles que mais adotam ações para conter essa violência. Mas prefeituras com um corpo de servidores mais qualificado tendem a ter mais políticas do tipo.
Ainda assim, quando os pesquisadores anularam na equação o impacto de outros fatores que também influenciam na implementação da Lei Maria da Penha, o resultado continuou apontando para uma correlação importante entre o perfil do eleitorado mais conservador e a menor adoção de políticas para conter a violência.

"Conservadores costumam ver violência doméstica como assunto privado"
Gatto e Araújo também testaram a hipótese de o eleitor conservador influenciar na menor adoção de políticas de proteção a mulheres não por ser contra essas ações, mas por defenderem um Estado pequeno.
Nesse sentido, eles também cruzaram dados do IBGE sobre políticas de emprego, renda, crédito e desenvolvimento rural e urbano com o mapeamento ideológico dos municípios. No entanto, os resultados indicaram que "o conservadorismo eleitoral não parece afetar a adoção de políticas em nenhuma dessas áreas", reforçando as conclusões sobre o impacto negativo nas políticas de proteção de mulheres.
"Em suma, a menor aceitação de instrumentos de política de combate à violência contra mulheres em municípios eleitoralmente conservadores parece, de fato, ser um produto das preferências dos eleitores nesta área política específica", diz o artigo.

Especialista em questões de gênero na política, Malu Gatto considera que o menor apoio do eleitorado conservador a essas políticas pode estar relacionado a forma como esse grupo vê conflitos familiares como uma questão privada, em que o Estado não deve interferir.
"O estudo não permite concluir o que leva o eleitor conservador a não priorizar essas políticas. A literatura (outros estudos sobre o tema) indica que pessoas conservadoras tendem a apoiar mais políticas de proteção à mulher que visam a reconciliação familiar e não tenham potencial de, alguma forma, acabar com aquela unidade familiar", analisa Gatto.
"A Lei Maria da Penha, de certa forma, deu um basta nisso. Antes dessa lei, a norma no Brasil era a reconciliação familiar: mais de 80% dos casos de violência doméstica, quando levados à Justiça, tinham como primeira audiência uma tentativa de reconciliação e (o caso) acabava ali", acrescenta.

Análise da preferência dos conservadores a partir do Datafolha
Após os resultados indicando que municípios com eleitores mais conservadores tendem a implementar menos a Lei Maria da Penha, o estudo teve ainda uma segunda etapa para investigar melhor se o eleitor conservador realmente vê menos necessidade de medidas de combate à violência de gênero.
Para isso, Gatto e Araújo utilizaram dados de uma pesquisa do Instituto Datafolha realizada em abril de 2019 que entrevistou 2.086 pessoas em 130 municípios sobre o posicionamento do brasileiro em vários temas, incluindo questões sobre violência de gênero.
Na análise, os pesquisadores usaram três perguntas para identificar os respondentes de perfil mais conservador.

Foram considerados nesse grupo, aqueles que se posicionaram contra o Brasil receber mais imigrantes da Venezuela e que apoiaram a ideia de que a sociedade está mais segura quando mais pessoas são encarceradas. Além disso, também foram considerados mais conservadores os que responderam não apoiar o feminismo.
Depois, os pesquisadores analisaram como esse grupo respondia a três questões sobre violência de gênero: "As leis existentes no Brasil são adequadas para proteger as mulheres? No último ano, a violência contra mulher cresceu no Brasil? A mídia exagera na cobertura de casos de violência?"
O resultado da análise indicou que os respondentes que estavam associados a posições conservadoras tendiam mais a considerar que as leis brasileiras já são suficientes para proteger as mulheres.
"Seguindo nossas expectativas, indivíduos que pontuam valores mais altos em nossa medida de conservadorismo têm maior probabilidade de concordar com a afirmação de que 'as leis existentes no Brasil são adequadas para proteger as mulheres'. Em outras palavras, os eleitores conservadores têm menos probabilidade do que outros de ver a necessidade de adoção de novas políticas para combater a violência contra mulher", diz o estudo.

Esse grupo também tendeu mais do que a média dos respondentes a considerar que a mídia exagera sobre tema.
"Além disso, nossos resultados indicam que embora os conservadores não sejam diferentes dos progressistas em sua avaliação sobre se a violência contra mulher aumentou, eles são consideravelmente mais propensos a acreditar que 'a mídia exagera em sua cobertura de casos de violência contra as mulheres'", continua o artigo.
Na avaliação de Gatto e Araújo, esses resultados são consistentes com outros estudos que apontam que "a identificação de algo como uma urgência é crucial para sua priorização na agenda de políticas".
Para os pesquisadores, a análise dos dados do Datafolha reforça as conclusões da primeira parte da pesquisa e sugere "que, de fato, a menor prevalência de instrumentos de combate à violência contra a mulher em municípios de eleitorado mais conservador é produto dos níveis mais baixos de apoio dos eleitores conservadores à necessidade dessas políticas".

Texto/Noticia Fonte: BBC News.

Ministério Da Saúde Prevê Até 3 Mil Mortes Diárias Por Covid-19 Em Março


A equipe do Ministério da Saúde avalia que o país vai viver o pior momento da pandemia da Covid-19 em março deste ano. De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 5, pelo jornal Valor Econômico, a pasta calcula que haja uma explosão de casos e mortes no período, com os óbitos ultrapassando a barreira dos 3 mil por dia.
Ainda de acordo com a reportagem, o governo federal chegou ao número por causa do alastramento do vírus em todo o país, pelas aglomerações no fim do ano e no Carnaval e a dificuldade da população de manter-se em isolamento social, além da circulação no país de novas variantes mais contagiosas e com grande carga viral.
O colapso do sistema hospitalar em diversos estados ao mesmo tempo e a falta de vacinas disponíveis para imunizar os brasileiros também estão entre as causas. Na visão da equipe do ministro Pazuello, o estado de São Paulo consegue evitar o colapso atual por possuir a maior rede hospitalar do Brasil. 
A reportagem destaca que a cúpula da Saúde entende que não há muito no momento o que fazer, a não ser estimular a reabertura de hospitais de campanha nos estados. O governo federal também cogita novas instalações desse tipo já nos próximos dias.

Casos Da Variante De Manaus São Confirmados Em Santaluz e Outras Cidades Da Bahia


Dezessete casos da variante P.1 de Manaus foram confirmados até a última quarta-feira (3) na Bahia. Desse total, 10 (58,8%) necessitaram de hospitalização e três (17,6%) morreram. A informação foi confirmada na tarde desta sexta-feira (5) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).
Os dez primeiros casos identificados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) foram informados pela Sesab em 5 de fevereiro deste ano. Segundo o governo do estado, a variante P.1 é considerada mais infecciosa. Já no dia 17 de fevereiro, a Vigilância Epidemiológica da Bahia confirmou a transmissão comunitária da variante da Covid-19 do Reino Unido.
De acordo com a Sesab, os 17 casos da variante confirmados até quarta-feira, estão relacionados com os municípios de Salvador, Amargosa, Itabuna, Santaluz, Irecê, João Dourado e Lauro de Freitas. Além disso, seis casos da variante VOC B.1.1.7, do Reino Unido, também foram confirmados até a última quarta no estado. Segundo a Sesab, foram notificados nove casos, sendo seis confirmados e três ainda seguem em análise.
Esses casos, no entanto, estão relacionados aos municípios de Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Itapetinga e Lauro de Freitas. Nenhum deles precisaram de hospitalização e todos os pacientes estão curados. As informações são do G1.

Cansanção Faz Corrente De Oração Por Marquinhos Gomes

A cidade de Cansanção, na região norte da Bahia, se mobilizou na manhã desde domingo com uma grande corrente de oração pela recuperação de Marquinhos Gomes, 34 anos. Bastante querido no município, Marquinhos é filho da atual prefeita Vilma Gomes e do ex-prefeito Ranulfo.
Entubado desde ontem (06) em decorrência de uma forte infecção supostamente causada pelo COVID–19, ele reagiu bem ao tratamento nas últimas 24 horas.

“Marquinhos respondeu bem a intubação, melhorou os parâmetros respiratórios e a oxigenação no sangue, permitindo baixar os parâmetros dos ventiladores. A gasometria de hoje veio melhor, mantendo sem necessidade de remédio para manter pressão, mantendo rins bons! Se Deus quiser, vamos continuar nessa linha ascendente de melhora e logo logo ele estará aqui conosco” disse o ex-prefeito Ranulfo em uma rede social no final da manhã deste domingo (07).

Fonte: Portal De Noticias.