domingo, 29 de novembro de 2020

Jovem De Senhor Do Bonfim 'Viraliza' Após Adotar Um Bode De Estimação


A jovem Açucena Guirra, da cidade de Senhor do Bonfim no Piemonte Norte do Itapicuru, viralizou na internet nesta sexta-feira (27) depois que um vídeo onde ela relata a adoção de um bode de estimação foi compartilhado por famosos. O bicho de estimação inusitado se chama Bento e já é conhecido pelos 142 mil seguidores que Açucena alcançou em pouco tempo no Instagram. Já no TikTok, a rede social onde o vídeo foi compartilhado, a jovem já conta com mais 425 mil seguidores. 
Dentre os famosos que compartilharam o vídeo gravado há alguns meses, estão Bruno Gagliasso e Bruna Linzmeyer. A sina da jovem com o bode começou depois de uma ida na feira da cidade, onde ela não resistiu e fez a compra. "Levei o bode pra conhecer a minha casa. ‘Tava’ tudo dando certo, eu ‘tava’ adorando minha experiência como mãe, mas, adivinha só? Meu pai mandou eu devolver o bode", conta no vídeo. O problema é que rapaz que a vendeu o bicho, não o aceitou de volta. "Chegando em casa, me surpreendi. Mais empolgada que eu, só tinha minha mãe", conclui enquanto a mãe chama Bento de “netinho”. 



 

De Várzea da Roça, Vereadora Mais Jovem Da Bahia Garante Que Lugar De Jovem é Na Política


Com o título de vereadora mais jovem eleita na Bahia, Talyta Trindade Oliveira (PT) tem 18 anos e cinco meses de idade. Nascida em 2002, ela garante que política também tem que ser feita por jovens e para jovens. Apesar de dizer acreditar que ganharia o pleito para ocupar um das vagas na Câmara de Vereadores de Várzea da Roça, na Bacia do Jacuípe, a 169 km de Serrinha, a jovem diz que não esperava ter sido a segunda mais votada com 610 votos, ficando atrás apenas de Chiquinho de Derson (PC do B), com 790 votos.
Talyta conta que, além da equipe de trabalho, da força que recebeu dos amigos e familiares, e a confiança dos eleitores na rua, foi o know-how do pai que, apesar de nunca ter exercido nenhum cargo no Executivo e no Legislativo do município, a ajudou na eleição. “Ele participa da política indiretamente há 20 anos. Nunca foi político, mas já ajudou de forma indireta na campanha de outros políticos”, contou.
Em relação ao fato de ter sofrido preconceito por ser mais nova e mulher, Talyta conta que sofreu de forma indireta, nunca tendo que enfrentar o problema de frente. “Alguns acreditavam que pela questão da idade eu não chegaria, e chegando eu não poderia ter o potencial de fazer algo". "Aqueles que acreditavam que eu não poderia fazer um bom trabalho não votaram, os que votaram confiam em mim e a resposta só posso dar a partir de 1º de janeiro. Quando alguém teima dizendo que você não pode dirigir um carro, você não tem que bater de frente. Você tem que entrar no carro e mostrar que sabe dirigir”, disse confiante.
Assegurando que não tem medo do que vai enfrentar, a vereadora que faz questão de destacar seus 1,51 metro de altura, garante que tem potencial para o cargo, e que quer atacar a situação do desemprego no município. “Este é um dos maiores problemas que temos aqui na cidade. E em praticamente todas as cidades do interior a falta de emprego e renda da população é um grande problema. Uma das ajudas que penso é tentar correr atrás de algo maior para cidade. Sei que temos estrutura para ter outro gerador de emprego que não seja apenas a prefeitura e o comércio local”, defendeu.
Na Câmara de Vereadores de Várzea da Roça, Talyta terá outros oito colegas, sete homens e uma mulher. “Acredito que acabei me tornando uma referência. Sei da responsabilidade que tenho, mas sei que vou horar essa responsabilidade tanto para os jovens quanto para as  mulheres. A juventude pode construir um futuro melhor com as próprias mãos. Quero mostrar isso aqui na minha cidade, porque também sei que eu, meus sobrinhos, afilhados, também vamos usufruir dessas melhorias”, disse. As informações são do Bahia Noticias.