quarta-feira, 27 de maio de 2020

Bahia Atinge Platô Do Coronavírus e Rui Vê ‘Porta De Saída Para Normalidade’

"Espero que hoje a gente possa comemorar, ao final do dia, o mesmo platô, sem crescimento de casos ativos"

O governador Rui Costa (PT) afirmou hoje (27) que a Bahia atingiu um platô de contaminação do coronavírus, que é um nível estável precedente do declínio da curva de contágio. Segundo o petista, se o dado se mantiver por mais quatro dias, há um indicativo de convergência das curvas de contágio e curados. 
“Estamos hoje com 9.379 casos ativos. Significa que são as pessoas que estão com o vírus em menos de 14 dias ou estão internadas no hospital, ambulatório ou UTI, com capacidade de transmitir para os outros. Nosso foco e atenção é atuar em cima desses ativos e não necessariamente no estoque total, que é de 14.576 casos. Quem já foi curado não é motivo de preocupação, não demanda mais leito de UTI ou enfermaria para o coronavírus. Estamos há três dias num platô. A curva é ascendente. Se continuarmos assim, mais três ou quatro dias, a curva de curados sobe e há um encontro e é a porta de saída para que a gente inicie o retorno à normalidade”, indicou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole. 
Rui afirmou ainda que o isolamento social durante o feriado antecipado, que começou na segunda e vai até hoje – mas tem quinta e sexta com restrição mais dura na mobilidade social – é fundamental para que o governo possa rascunhar um plano de saída da quarentena. “Vi muita brincadeira das pessoas de que não deu tempo de comprar a roupa nova, os fogos e fazer canjica, mas deu resultado. Espero que hoje a gente possa comemorar, ao final do dia, o mesmo platô, sem crescimento de casos ativos, para que a gente possa iniciar a saída o mais rápido possível”, afirmou || Fonte: Metro1.

Informais Que Tiverem Renda Acima De R$ 28 Mil Em 2020 Terão Que Devolver Auxílio

Segundo a Receita Federal, a forma como essa devolução será feita ainda está sendo estudada

Trabalhadores informais que foram beneficiados com o auxílio emergencial de R$ 600 em 2020 poderão ter que devolver o dinheiro em 2021 caso tenham renda tributável acima de R$ 28.559,70 neste ano.
Segundo o Jornal Extra, a forma como essa devolução será feita ainda está sendo estudada pela Receita Federal. Essa devolução foi uma contrapartida oferecida pelo Senado para retirar uma exigência imposta pelo governo federal, de que quem tivesse tido renda superior a R$ 28.559,70 em 2018 não receberia o auxílio.
O projeto de lei aprovado no Senado em 22 de abril estabelece que o beneficiário do auxílio emergencial que receba, no ano de 2020, rendimentos tributáveis em valor superior à primeira faixa da tabela progressiva anual de Imposto de Renda Pessoa Física (R$ 28.559,70) fica obrigado a apresentar a declaração anual em 2021 e deverá acrescentar ao imposto devido o valor do auxílio. O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 15 de maio.


Datafolha: 60% Dos Brasileiros São a Favor Do Lockdown


A maioria dos brasileiros se mostra a favor do “lockdown”, ou seja, o confinamento total para combater a proliferação do coronavírus no país. Isso é o que aponta uma pesquisa feita pelo Datafolha na segunda-feira (25) e ontem (26), quando 60% dos entrevistados apoiaram a medida. 
O estudo, cuja margem de erro é de dois pontos percentuais, ouviu pelo telefone 2.069 adultos. Além dos 60%, 36% se mostraram contrários, 2% afirmaram não saber responder e 1% se dizem indiferentes. 
Entre os mais ricos (que ganham acima de 10 salários mínimos), 47% são a favor, contra 50% contra. O apoio maior ao lockdown vem do Nordeste, em que 69% dos entrevistados se disseram favoráveis à medida || Fonte: metro1.

GUSTTAVO LIMA FATURA CERCA DE R$ 10 MILHÕES COM LIVES E É O SERTANEJO QUE MAIS LUCRA COM MERCADO CRIADO NA PANDEMIA


Se o mundo sertanejo perdeu em shows, encontrou nas lives o grande ovo de ouro que precisava para se manter na ativa. O maior expoente dessa nova safra de apresentações intimistas, na maioria, dentro de casa para quem está em casa, é Gusttavo Lima. O Embaixador, que fez na sexta-feira a terceira live da quarentena, tem as maiores cotas de patrocínio da categoria, e embolsou nesta última mais de R$ 3 milhões.
As cotas de Gusttavo variam de R$ 400 mil a R$ 1 milhão, esta sugestivamente chamada de cota Embaixador. Só na live na noite de sexta-feira, três marcas pagaram o valor máximo para terem seus logos estampados durante a transmissão, fora as inserções de merchandising e publiposts nos stories e feed do Instagram do artista, antes e depois do show. 


Gustavo também recebe pelo número de visualizações e inscrições no YouTube, que monetiza os views para o artista que se apresenta através da plataforma. Na primeira, o cantor atingiu o número de 10 milhões de pessoas assistindo à live. Na segunda, este número foi cinco vezes maior. Com isso, os valores de propaganda e patrocínio também foram reajustados. Na primeira, a cota master custava R$ 500 mil.
Atrás de Gusttavo, estão apenas Jorge e Mateus, que têm cotas de patrocínio entre R$ 400 mil e R$ 600 mil, além de apoio, cotas menores, de R$ 100 mil a R$ 200 mil. Felipe Araújo, um expoente da música sertaneja, que vinha bombando com shows no início do ano, ainda possui números modestos perto dos medalhões. As cotas vão de R$ 20 mil a R$ 100 mil na categoria master.
Por mês, Gusttavo fazia cerca de 15 shows. Cada um em média com cachés de R$ 700 mil em média. O que no fim daria R$ 10,5 milhões. Com três lives até agora, Gusttavo já chegou bem perto desse resultado, com muito menos trabalho e desgaste. Nem por isso a crise não o afetou. Gusttavo dispensou todos os seus divulgadores, cortou investimentos em rádio e demitiu funcionários.
De acordo com a assessoria do cantor, Gusttavo não cortou gastos e demitiu colaboradores e funcionários. Fonte: Extra Globo.