domingo, 17 de maio de 2020

Farmacêutica Americana Anuncia Anticorpo Contra o Coronavírus


Em testes em laboratório, foi obtido 100% de sucesso na proteção das células

Em um comunicado, a Sorrent Therapeutics, biofarmacêutica americana, divulgou um estudo preliminar nesta sexta-feira (15) em que descreve ter detectado um anticorpo com “100% de inibição da infecção pelo novo coronavírus de células saudáveis ​​após quatro dias de incubação”.
Chamado de STI-1499, o novo recurso foi capaz de evitar completamente que o vírus infecte as células, em testes realizados in vitro, ou seja, não foi testado em nenhum ser humano.
A iniciativa propõe um tratamento similar ao método de transfusão de plasma estudado por diferentes centros de pesquisas e já aprovado para testes clínicos pela Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à Anvisa no Brasil.
Além dos resultados ainda precisarem ser submetidos a revisão de pares para que seja confirmada a descoberta, os pesquisadores planejam iniciar testes clínicos em pacientes infectados e não infectados nos próximos meses. Eles esperam submeter o tratamento para aprovação setembro, data onde outras pesquisas também vão anunciar resultados mais concretos.
“Queremos enfatizar que existe uma cura (para o Covid-19). Existe uma solução que funciona 100%”, disse o fundador e diretor-presidente da Sorrento Therapeutics, Henry Ji, em entrevista ao canal americano Fox News. “Se tivermos o anticorpo neutralizador em nossos corpos, não será previsto distanciamento social. Você pode reabrir a sociedade sem medo”, completou.
Vale a ressalva de que todas as informações acerca de tratamentos contra o coronavírus exigem cautela. Afinal, embora muitas terapias sejam testadas em diversos países, nenhum tratamento reuniu evidências suficientes que comprovem sua eficácia no combate à Covid-19. (Com TechCrunch)


Santaluz: Menino De 8 Anos Atira Em Outro De 11 Com Espingarda Do Pai; PM Prende Dono Da Arma


Um menino de 11 anos foi atingido por um tiro de espingarda de chumbinho no povoado Caldeirão Grande, em Santaluz, região sisaleira da Bahia, na tarde de sábado (16). Segundo informações da polícia, o disparo foi feito por outro menino, de 8 anos, que é filho do companheiro da mãe da vítima. A situação aconteceu na casa do homem. A espingarda estava embaixo de uma cama e teria sido encontrada por um adolescente de 16 anos. De acordo com a polícia, ele acreditava que arma estava descarregada. A criança atingida no rosto, principalmente na região da boca, foi levada para o hospital da cidade e em seguida transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, onde segundo relato de um familiar foi submetida a procedimento cirúrgico. O quadro de saúde da vítima é estável. O pai do menino que atirou, Crispim Lima dos Santos, de 39 anos, foi preso por posse ilegal de arma de fogo e conduzido ao plantão da Polícia Civil em Riachão do Jacuípe, onde foi autuado em flagrante. O caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar. Fonte: Notícias de Santaluz.