segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Com Uma Diretoria Amadora e Futebol Decadente, Vitória é Rebaixado Para a 2ª Divisão Do Campeonato Brasileiro


Após uma campanha vergonhosa desde as primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro 2018, no qual passou maior parte na zona do rebaixamento, o Vitória foi rebaixado matematicamente para a segunda divisão na noite deste domingo (25).
Precisando vencer o Grêmio no Barradão às 16:00h para continuar respirando, o rubro-negro baiano não saiu do empate em 0 a 0 em um jogo com muita dedicação e pouco futebol. Duas horas depois o desastre já anunciado acabou acontecendo, a Chapecoense, 1ª equipe fora da zona com 40 pontos, empatou com o Corinthians e chegou aos 41, colocando o Vitória que chegou aos 37 pontos há uma rodada do fim da Série A, matematicamente na Série B do futebol nacional.
O rebaixamento do Vitória já era previsto desde o início da competição, com campanhas desastrosas no 1° semestre, fruto de péssimas escolhas de uma diretoria capitaneada por um presidente sem nenhuma capacidade para gerir um clube da grandeza do Vitória, o torcedor nunca alimentou muitas esperanças, o rebaixamento pois fim a um sofrimento que já durava meses.
Um grupo de conselheiros do Vitória que ficou de braços cruzados durante toda a pífia campanha do time no nacional, protocolou na noite da última quinta-feira (22) um pedido de impeachment do presidente Ricardo David. O documento conta com 30 assinaturas, segundo os conselheiros, Ricardo David causou danos à imagem da agremiação, e ainda não apresentou a prestação de contas do terceiro trimestre deste ano, bem como “manobras fiscais”. Outro questionamento é o motivo do cartola não ter apresentado o seu imposto de renda em tempo hábil. De acordo com o estatuto, isso pode ser motivo de destituição do mandatário.
Infelizmente a atitude do conselho chegou tarde demais, em 2019 o Vitória terá que encarar a dura realidade da Série B, o rebaixamento foi doloroso, porém fica o aprendizado, se o Vitória um dia quiser voltar a ser respeitado no cenário nacional, precisa acabar com o amadorismo existente em sua diretoria, já o senhor Ricardo David, se tivesse o mínimo respeito pelo clube, faria o favor de renunciar.



Sobe Para 6 o Número De Mortos No Acidente Entre Ônibus Escolar e Carreta Na BR-116


Subiu para seis o número de mortos no acidente entre um ônibus escolar e uma carreta na BR-116, no trecho de Santa Bárbara, na manhã de domingo (25).
Segundo o Hospital Geral Clériston Andrade, que atendeu 18 pessoas, a sexta vítima, Marcos Silva Brito, morreu no centro cirúrgico. Ele teve diversas fraturas em órgãos importantes.
Também morreram no acidente o motorista da carreta, Eurico Andrade e os integrantes da Fanfarra de Euclides da Cunha, Fernando Andrade Almeida, Jefferson Conceição, Rafael José da Silva e Rodrigo Carvalho da Silva brandão. Marcos também fazia parte da fanfarra.
Eles e outros integrantes estavam a caminho de Antônio Cardoso, onde participariam de um festival de bandas e fanfarras, quando sofreram um grave acidente. O ônibus em que a banda estava estava colidiu frontalmente com uma carreta que invadiu a pista no sentido oposto. A causa do acidente está sendo investigada. (Mais detalhes aqui).


Feridos:
Entre as vítimas que foram socorridas para o HGCA foram identificadas: Michel Moura dos Santos, 16 anos; Diego da Silva, 28; moradores de Euclides da Cunha, Antônio Roberto Matos de Oliveira, 30, residente em Riachão do Jacuípe; Maurício de Jesus Andrade, 21; Alex Lima de Jesus, 26; Antônio Victor Evangelista, 18; Emerson de Lima dos Anjos, 16; Wagner Oliveira Santos, 18; André Luís Campos, 18; Jobert Dantas da Silva, 18 e Marcelo Andrade Reis, 19 - Seis deles já receberam alta.
Foram socorridos para o Hospital Estadual da Criança (HEC): Kaic Reis Brito, 14 anos; Gabriel Barbosa Souza, 15 anos; Ícaro Iglesias Neves Araújo, 12 anos e Henrique Morais Cavalcante, 15 anos, todos naturais de Euclides da Cunha.  Três deles já receberam alta.
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que o acidente teve teve 33 vitimas *Site Acorda Cidade.