terça-feira, 15 de maio de 2018

Tragédia: Jovem Morre Em Acidente Na BA-220 Pedra Vermelha/Monte Santo


Um grave acidente ocorreu neste domingo (13/05) na BA-220 trecho que liga a Cidade de Monte Santo ao Distrito Pedra Vermelha e deixou como vítima fatal um jovem montesantense.
Mais um grave acidente ocorreu neste domingo na BA-220, trecho que liga a Cidade de Monte Santo ao Distrito de "Pedra Vermelha". Segundo informações, um jovem conhecido como "Lele" que trabalhava como Guarda Municipal da Santa Cruz, conduzia uma motocicleta na BA-220 e já próximo à Cidade de Monte Santo, nas proximidades do local conhecido como "Coiqui", chocou-se violentamente com um cavalo que, por irresponsabilidade do proprietário ou possuidor, estava no meio da pista. Com o impacto da colisão o jovem foi arremessado na pista e foi socorrido e internado na UPA de Monte Santo, porém com os graves ferimentos provocados pelo choque,não resistiu e veio a óbito. 
A cidade está de luto diante de mais esse trágico acidente, por isso gostaríamos de prestar nossos sinceros sentimentos de pesar à família enlutada e a todos os amigos de "Lele".


Necessário se faz lembrar mais uma vez:
Em 08/05 nós do site montesanto.net publicamos uma matéria sobre o alerta a este grave problema com o seguinte título Tragédia Anunciada que Pode Ser Evitada, mas infelizmente não foi suficiente para evitar mais uma tragédia em nossas estradas enlutando o nosso Município pelo descaso de proprietários e possuidores de animais que, por insensibilidade para com a vida humana, deixam animais à solta nas pistas. Confira a matéria abaixo:
"Não é raro, nos deparamos com notícias trágicas geradas por acidentes entre veículos automotores em colisão com animais que vagueiam pelas pistas, seja dia ou noite nas estradas que ligam Monte Santo a Euclides, Cansanção, Pedra Vermelha e mesmo nas de chão batido que ligam a Sede aos Povoados e tudo isso poderia ser evitado se houvesse mais responsabilidade por parte dos donos ou detentores de animais, não só os de grande porte, mas também os pequenos a exemplo de cabras, ovelhas e cães.
Bastou a nossa equipe um simples trajeto de Monte Santo ao Distrito de Pedra Vermelha nesta tarde de 08/05/2018 para encontrar rebanhos de gado e muitos jumentos pastando na beira da pista e até transitando pela pista sem a presença de condutor ou pastor desses animais, como podemos ver nas fotos.
O que muitos cidadãos não sabem é que tanto os proprietários quanto os detentores de animais são responsáveis por qualquer tipo de dano provocado a pessoas ou aos bens envolvidas nesses acidentes. 
No momento de uma decisão judicial leva-se em conta a responsabilidade de quem tinha por obrigação zelar pelas cercas, pastorear os animais, impedindo que os mesmos adentrassem as estradas vicinais ou rodovias, portanto,
provando-se quem é o dono ou o possuidor do bicho é possível acionar a Justiça e pedir uma indenização por danos materiais, morais, estéticos, etc.)


Independente da presença de animais a Estrada de Monte Santo para o Distrito de Pedra Vermelha é extremamente perigosa em seus poucos mais de 20 quilômetros, some-se a isso a presença constante de animais colocados propositalmente soltos ao longo das beiras da pista ou que se soltam por falta de manutenção das cercas, para aproveitarem o capim que brota e os responsáveis por esses animais não dão a mínima para o perigo que oferecem aos que trafegam pela Rodovia e claramente não estão nem um pouco preocupados se alguém vai morrer ou ficar numa cadeira de rodas para o resto da vida por acidente provocado por animais na pista.
Quanto a este tipo de acidente, surge a responsabilidade civil pelo fato do animal, de natureza objetiva, na forma do art. 936 do CCB/2002, cuja redação transcreve-se novamente: “O dono, ou detentor, do animal ressarcirá o dano por este causado, se não provar culpa da vítima ou força maior”.


Essa responsabilidade pelo fato do animal independe de culpa, e compreende danos de qualquer natureza (materiais, morais, estéticos, etc.). Portanto, o dono ou detentor do animal – denominado genericamente de guardião ( incluindo aqui aqueles que alugam pastagens para acolher animais de outros donos) – é quem responderá pelos danos causados a terceiros, incluindo as hipóteses de acidentes de trânsito provocados pelo bicho.
Esperamos que os donos ou detentores de animais que estão às soltas pelas estradas de chão e Rodovias de nossa Região se conscientizem, recolham os animais e valorizem a vida pra que tragédias como esta nunca voltem a ocorrer em nossa cidade. O barato pode sair caro! Fica a dica."

Fonte: montesanto.net.