WEB RADIO RMSOM | AUTO DJ 24 HRS

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Coreia Do Norte Dispara Novo Míssil No Mar Do Japão: Provocação Aos EUA?


A Coreia do Norte disparou um míssil balístico neste domingo (12), um lançamento considerado por Seul como uma "provocação" e uma ação que visa testar o presidente americano Donald Trump.
O míssil foi disparado às 7h55 locais deste domingo (12) (20h de sábado, em Brasília) a partir de uma base aérea localizada na região oeste da Coreia do Norte. Segundo a chancelaria da Coreia do Sul, trata-se de uma "versão melhorada" do Musudan, projétil de alcance intermediário, projetado para cobrir uma extensão de 3 mil a 4 mil km. O míssil voou em direção ao leste durante 500 quilômetros caindo em seguida no Mar do Japão , segundo informações do Ministério da defesa sul-coreano.
O premiê japonês Shinzo Abe, que passou o fim de semana na companhia de Donald Trump, na Flórida, não aprovou a ousadia norte-coreana e reagiu dizendo que o lançamento foi uma provocação "intolerável". Já o presidente americano preferiu ignorar a operação militar da Coreia do Norte. No entanto, Trump fez questão de manifestar seu apoio ao Japão no episódio do míssil balístico deste domingo. "Quero que todos entendam e estejam cientes de que os Estado Unidos apóiam o Japão, seu maior aliado, a 100%", afirmou o presidente americano.
O lançamento do míssil norte-coreano deverá testar o compromisso de Donald Trump, que prometeu endurecer em relação ao regime de Kim Jong-un, que no ano passado testou mísseis nucleares e balísticos violando resoluções da ONU.
Um membro da equipe do governo dos Estados Unidos informou que o ato "não é uma surpresa" e sim uma "provocação" da Coreia do Norte, algo que já era “esperado” depois da posse de Donald Trump. "O líder norte-coreano gosta de chamar a atenção para momentos como este ", afirmou o funcionário americano.
Ele declarou ainda que a Casa Branca vai estudar diferentes possíveis reações ao lançamento do míssil, mas, mas que a resposta deverá ser gradual para evitar uma escalada nuclear, uma vez que, segundo o Pentágono, o projétil era um míssil de “alcance médio ou intermediário” e não um verdadeiro ICBM, a sigla que determina mísseis balísticos intercontinentais. // MSN/BR.

Anderson Silva Vence No UFC 208, Quebra Jejum De Quatro Anos e Chora No Octógono


Grande estrela do card do UFC 208, Anderson Silva aceitou o desafio de, mesmo com cinco semanas de treino, encarar um adversário oito anos mais novo. E tamanha adversidade desta vez não pesou contra o veterano brasileiro, que colecionou nova vitória para o seu cartel e quebrou o jejum de mais de quatro anos que o incomodava desde outubro de 2012.
O show em questão, realizado neste sábado (11), marcou o retorno do UFC à cidade de Nova York (EUA) e trouxe um brasileiro mais lento do que de costume, embora mais ofensivo do que nas apresentações que lhe custaram algumas manchas em seu cartel. Mas, como todo bom enredo de lenda do esporte, o Spider soube lidar com as adversidades e garantiu o triunfo por pontos.
Emocionado após voltar a triunfar no octógono e receber aplausos de todos os presentes, Anderson encontrou dificuldades para falar, mas fez questão de deixar claro que ainda pretende lutar MMA, mesmo aos 41 anos de idade. O motivo? amor ao esporte que o consagrou.
"Obrigado a todos por estarem aqui. Valeu pelo apoio. Estou muito feliz, obrigado Dana e UFC. Trabalhoduro faz anos para estar aqui. As vezes tenho dores, as vezestenho que treinar por meses longe da minha familia. E aí venho aqui e dou o meu melhor para vocês. Sei que estou velho para lutar, mas sigo lutando porquê é o que eu amo fazer

Ronaldo 'Jacaré' Souza finaliza Tim Boetsch no 1º round;

Dustin Poirier venceu Jim Miller por decisão majoritária;

Wilson Reis venceu Ulka Sasaki por decisão unânime;

Rick Glenn venceu Phillipe Nover por decisão dividida;

Ryan LaFlare venceu Roan 'Jucão' Carneiro por pontos.


Fonte: MSN/Br.