WEB RADIO RMSOM | AUTO DJ 24 HRS

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Santa Bárbara: Homens São Presos Após Forjarem Acidente Para Aplicar Golpe Em Seguro


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na madrugada desta terça-feira (18), dois homens que simularam um acidente de trânsito na rodovia para aplicar o golpe do seguro. O flagrante aconteceu no KM 486 da BR-324, no município de Santa Bárbara.
A equipe realizava patrulhamento no trecho quando se deparou com a cena do suposto acidente: um Ssanyoug/Actyon e uma BMW/X6x Drive com danos característicos de uma colisão. Um dos veículos havia sido projetado para fora da pista de rolamento.
Diante da situação, a equipe parou a viatura e iniciou o processo de levantamento de dados para a confecção do boletim de acidentes, momento em que as versões dos envolvidos começaram a divergir. Nervoso e gaguejando, o condutor da BMW não soube dizer quem era o proprietário que constava no documento. O motorista do Ssanyoug, por sua vez, também não sabia explicar as circunstâncias que envolveram a colisão.
Vendo que as versões apresentadas não convenciam os policiais, a dupla resolveu admitir a fraude. O condutor do Ssanyoug, que é dono do carro, simulou o acidente para receber R$ 40.000,00 do seguro. O veículo precisava de manutenção, mas as peças de reposição não eram fáceis de encontrar. Por isso, ele achou mais “fácil” dar perda total e receber o valor referente ao bem.
Além dos dois presos, participaram do esquema mais dois homens, um responsável por dirigir um dos carros, e outro que providenciou a BMW, cujo dono o grupo disse não conhecer. Eles não revelaram se o proprietário é cúmplice ou vítima da armação.

Fonte: G1/BA.

Rio do Pires: Cantor De Forró Zé de Chico Morre Após Carro Capotar


Cantor de forró morre após carro capotar no interior da Bahia

O cantor de forró José Antônio dos Santos, conhecido como  “Zé de Chico”, morreu após o carro em que ele viajava capotar na BA-152, trecho do município de Rio do Pires, no sudoeste da Bahia, na noite da quinta-feira (13). As informações foram confirmadas pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) nesta quinta.
De acordo com a PRE, o capotamento ocorreu por volta das 19h40, após a vítima perder o controle da direção do carro, na altura do Km-14 da rodovia. O cantor, que seguia no sentido da cidade de Caturama, morreu na hora.
Ainda segundo a PRE, o corpo do músico foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Brumado, distante cerca de 138 km de Rio de Pontes. Não há informações sobre o sepultamento da vítima.

Informações do G1/BA.
Fotos Reprodução/TV Sudoeste.

Euclides da Cunha: Tripla Colisão De Veículos Por Pouco Não Termina Em Tragédia


Por volta das 21h deste domingo (16) um veículo VW Gol CL, placa JNH 5007, licença de Euclides da Cunha BA, conduzido por um homem conhecido como “Cruel”, residente no bairro da Urbis, que trafegava pela Rua Oliveira Brito, colidiu contra um Sedan Kia, placa JZY 3803, licença de Camacan BA, que trafegava pela Av. Ruy Barbosa (via preferencial), para logo em seguida também colidir contra um veículo JAC Chery Celer, placa OZP 7844 licença de Euclides da Cunha BA, que se encontrava estacionado em frente ao prédio onde reside o seu proprietário.
Segundo o proprietário do primeiro veículo atingido, Cruel tentou passar direto no cruzamento e o atingiu lateralmente, apesar de ter tentado uma manobra para evitar a colisão, mas que não foi possível. “Depois que ele bateu em meu carro, atravessou para a outra via e colidiu contra o outro carro que se encontrava estacionado” disse Orlando, condutor do Sedan Kia.
Felizmente ninguém se feriu gravemente, mas o prejuízo material será considerável, haja vista o estrago que causou nos veículos atingidos e no próprio veículo do autor, que apresentava sinais de embriaguez alcoólica e chegou a ficar exaltado quando o policial militar da guarnição que atendeu o chamado, pediu-lhe que apresentasse a CNH e o documento do veículo para formalizar a ocorrência.

As informações e fotos são de José Dilson Pinheiro/Euclidesdacunha.com.

Itapetinga: Homem Incendeia Residência Ao Tentar Destruir Casa De Maribondo


Uma casa pegou fogo na noite da última segunda-feira (17), em Itapetinga, sudoeste da Bahia, após o dono tentar incendiar uma casa de maribondos que estava no quarto dele. Segundo informações da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (8ª CIPM/Itapetinga), o caso ocorreu na Rua Dermeval Soares Pinheiro, no Bairro Otávio Camões.
De acordo com a 8ª CIPM, o dono da residência, identificado pelo prenome Juvino, contou aos policiais que ficou fora de casa por dois meses, e quando retornou, encontrou a casa de maribondos no quarto onde dorme.
 

Ao tentar destruir os insetos utilizando fogo, as chamas atingiram a armação do telhado, que é de madeira, e se espelharam pela residência. Juvino, junto com vizinhos, tentaram apagar o incêndio, que só foi completamente debelado por volta das 21h, após a chegada de uma brigada voluntária, que utilizou um carro-pipa da prefeitura local. A cidade não possui Corpo de Bombeiros.
Apesar do incêndio ter sido considerado de grande porte pela polícia, e ter causado bastante estrago no imóvel, ninguém ficou ferido. Juvino chegou a ser atacado por um enxame de maribondos, mas não precisou ser hospitalizado.

Informações são do G1/BA.
Fotos: Eudo Mendes/Itapetinga Repórter.

Cunha é Preso Pela Polícia Federal Em Brasília Por Determinação Do Juíz Sérgio Moro


O ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso nesta quarta-feira (19), em Brasília, segundo a GloboNews. A previsão da Polícia Federal (PF) é a de que Cunha chegue a Curitiba no fim desta tarde. A prisão dele é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado.
Na terça (18), juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça, determinou a prisão de Cunha.
De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), Cunha, em liberdade, representa risco à instrução do processo e à ordem pública. Além disso, os procuradores argumentaram que “há possibilidade concreta de fuga em virtude da disponibilidade de recursos ocultos no exterior”.
O peemedebista perdeu o mandato de deputado federal em setembro, após ser cassado pelo plenário da Câmara. Com isso, ele perdeu o foro privilegiado, que é o direito de ser processado e julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).
A prisão de Cunha apesar de não ser uma grande surpresa, estourou como uma bomba no meio político, recentemente o deputado andou comentando com aliados que caso fosse preso levaria a metade do congresso junto.

Processo:
Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro. Na segunda-feira (17), Moro intimou Cunha e deu 10 dias para que os advogados protocolassem defesa prévia.
Como o STF já havia aceitado a denúncia, Moro apenas vai continuar o julgamento do caso, a partir de onde o processo parou na Suprema Corte.
O processo foi transferido para a 13ª Vara da Justiça Federal no Paraná após Cunha perder o mandato de deputado federal.
Junto com o cargo, ele também perdeu o direito à prerrogativa de foro – o chamado foro privilegiado, que lhe garantia a possibilidade de ser julgado apenas pelo STF.
Agora, toda a ação penal contra o ex-deputado deverá correr nos trâmites normais do Judiciário para qualquer cidadão. Isso significa que o julgamento contra Cunha poderá passar por todas as instâncias até que seja definida uma condenação.
No despacho em que recebeu a denúncia, Moro fez questão de lembrar que o MPF retirou a acusação de crime eleitoral contra Eduardo Cunha. O motivo, segundo o juiz, foi o fato de que a Justiça Federal não poderia julgar crimes eleitorais. Isso cabe apenas à Justiça Eleitoral.
Cláudia Cruz, mulher de Cunha, já responde por lavagem de dinheiro e evasão de divisas na Justiça Federal do Paraná. De acordo com as investigações, Cláudia Cruz foi favorecida, por meio de contas na Suíça, de parte de valores de propina de cerca de US$ 1,5 milhão recebida pelo marido. 

Informações do G1.

PCC e Comando Vermelho Rompem Acordo De Paz e “Carnificina” Pode Se Espalhar Pelo País


PCC e Comando Vermelho rompem acordo de paz e “carnificina” pode se espalhar pelo país

As mortes de ao menos 18 detentos em prisões de Rondônia e Roraima nos últimos dias podem ser os primeiros efeitos de uma importante reconfiguração do crime organizado brasileiro, diz a socióloga Camila Nunes Dias, professora da Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Paulo.
Autoridades dos dois Estados atribuíram as mortes ao rompimento de uma aliança entre as duas maiores facções criminosas brasileiras, que hoje atuam em todas as regiões do país: o Primeiro Comando da Capital (PCC), grupo surgido em São Paulo, e o Comando Vermelho (CV), originário do Rio de Janeiro.
Autora de “PCC: Hegemonia nas prisões e monopólio da violência”, Dias afirma à BBC Brasil que a facção paulista e o CV mantinham um pacto para a compra de drogas e armas em regiões de fronteira e para a proteção de seus integrantes em prisões controladas pelos grupos.
Ela afirma que o fim da aliança – que pode ter ocorrido por uma disputa pelo controle de presídios – poderá gerar mais mortes em penitenciárias e acirrar as tensões também nas ruas.

Leia os principais trechos da entrevista da pesquisadora à BBC Brasil.

BBC Brasil – O que pode ter motivado as mortes recentes nos presídios em Rondônia e Roraima?

Camila Nunes Dias – As informações ainda são muito escassas, mas está claro que houve uma ruptura entre o PCC e o CV. Pelo que tenho acompanhado, a ruptura está ligada à dinâmica expansionista das facções dentro dos presídios. Desde julho se tem notícia de ameaças mútuas entre CV e PCC nas prisões, mas até então essa tensão não tinha resultado em mortes. Parecia que os grupos estavam tentando evitar uma ruptura.

Neste fim de semana, 70 presos do PCC foram transferidos de unidades prisionais controladas pelo CV para prisões controladas pela ADA [Amigos dos Amigos, segunda maior facção do Rio de Janeiro]. Isso é muito surpreendente e muda completamente o xadrez do sistema prisional do Brasil inteiro.

Essa reconfiguração também cria a possibilidade de que o PCC atue ao lado da ADA contra o CV na guerra por territórios do Rio de Janeiro. Não sei se para o PCC valeria a pena –eles teriam um desgaste muito grande em termos de pessoal, custos, armas–, mas a possibilidade está posta.

BBC Brasil – Quais consequências essa ruptura poderá ter nas demais partes do país?

Dias – Em São Paulo, não vejo nenhum grande impacto –talvez no litoral, onde há presença mais significativa do CV. Mas nos outros Estados a consequência imediata pode ser uma maior violência nas prisões, como ficou claro em Rondônia e Roraima. Pode haver maior instabilidade no sistema prisional do Brasil inteiro, principalmente no Norte e Nordeste, onde há um equilíbrio de poder entre os dois grupos dentro e fora das prisões.

Recentemente, gangues de rua do Ceará e do Rio Grande do Norte celebraram um pacto de paz para não haver mais mortes. Há informações de que esse pacto teria sido costurado pelo PCC e pelo CV. Com essa ruptura, não sabemos se vão manter o pacto. Geralmente as disputas nas prisões acabam reverberando nas ruas, então a situação nos Estados pode tensionar ainda mais.

BBC Brasil – Qual o tamanho do PCC e do CV fora de seus Estados de origem hoje?

Dias – O PCC e o CV são hoje os dois principais grupos que atuam no tráfico de drogas e no controle das unidades prisionais no Brasil. Há mais de dez anos eles vêm se expandindo além de seus Estados de origem.

O CV é mais antigo que o PCC. Ele surgiu no fim dos anos 1970, enquanto o PCC é de 1993. Mas hoje o PCC é bem mais forte em termos de organização e estrutura que o CV. O PCC está presente em todos os Estados do país. Em alguns, como São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná, ele tem hegemonia e é praticamente o único grupo criminoso a atuar.

O CV, além de atuar no Rio de Janeiro, tem hegemonia em Mato Grosso eTocantins. No Norte e no Nordeste, há um maior equilíbrio entre PCC e CV, com ligeiro predomínio de um ou de outro. No Sul, grupos locais têm mais força, e PCC e CV se colocam como aliados ou inimigos desses grupos.

BBC Brasil – Como PCC e CV se aliaram?

Dias – Desde o surgimento do PCC e do primeiro estatuto do grupo, escrito entre 1996 a 1997, já havia a ideia de buscar uma aliança com o CV. Inclusive o lema do CV, “Paz, Justiça e Liberdade”, também foi adotado pelo PCC.

Os dois grupos também faziam uma espécie de consórcio para a aquisição de mercadorias –como armas, maconha e pasta base (matéria-prima da cocaína)– e para negociar melhores preços com fornecedores nas fronteiras.

Nunca houve nada além disso. Na cúpula que fundou o PCC, alguns membros tinham o ideal de criar uma união nacional do crime, mas isso nunca foi adiante.

BBC Brasil – O que impediu uma aproximação maior entre PCC e CV?

Dias – Membros do PCC sempre dizem que o CV busca muito a guerra, está muito preocupado com armas, enquanto eles, do PCC, dizem buscar a paz.

Mas os dois grupos têm histórias bem diferentes, que ajudam a explicar as diferentes formas de operar. Menos de cinco anos após o surgimento do CV, houve uma dissidência que deu origem ao Terceiro Comando (atual Amigos dos Amigos, ou ADA). Essa dissidência, aliada à especificidade geográfica do Rio de Janeiro, fez com que o CV nunca fosse um grupo hegemônico e desde o início estivesse envolvido em guerras por disputa de territórios. Isso impediu que o CV fosse forte como o PCC.

Em São Paulo, o PCC enfrentou dissidências em seus primeiros dez anos, mas conseguiu sufocá-las ou eliminar os grupos rivais, que ficaram reduzidos a penitenciárias específicas, sem expressão fora das prisões.

Nos pontos de venda de droga do PCC em São Paulo, o grupo proíbe o uso de armas. Isso só é possível por conta da hegemonia do PCC, por não haver grupos rivais que imponham algum risco àquele comércio. No Rio, essa atitude seria impensável.

BBC Brasil – Há diferenças na maneira como as duas facções operam fora de suas bases?

Dias – De dez anos para cá, o CV passou por momentos em que esteve bem enfraquecido por conta das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora, política do governo do Rio que instalou dezenas de bases policiais em áreas controladas pelo tráfico) e das disputas com a ADA.

Já o PCC no Acre, no Paraná ou em qualquer outro lugar do Brasil está dentro de uma estrutura unificada. São células que atendem às diretrizes da cúpula. As ordens que saem de São Paulo são atendidas em todos os Estados.

BBC Brasil – Essas facções são tão poderosas quanto os cartéis colombianos dos anos 1990, como o que era chefiado por Pablo Escobar?

Dias – A diferença principal entre os grupos reside no tamanho de seus mercados. Os cartéis colombianos, assim como os cartéis mexicanos de hoje, têm como principal alvo o maior mercado consumidor de drogas do mundo, os Estados Unidos.

O PCC e o CV atuam basicamente com o mercado brasileiro. Os dois grupos estão no Paraguai e na Bolívia, mas essa presença é muito mais um ponto de contato com fornecedores do que um controle de todas as etapas do comércio.

Já os cartéis colombianos se envolviam com o controle da produção, do processamento, do transporte e da venda das drogas. Essa diferença de magnitude fez com que os cartéis colombianos tivessem outra estrutura interna, outra organização hierárquica, e até outro nível de infiltração no poder político.

BBC Brasil – O que o poder público pode fazer diante da ruptura entre as facções?

Dias – Em termos imediatos, atender às demandas por transferências de presos, porque se não atender vai haver uma carnificina, como em Roraima e Rondônia. No longo prazo, se quiser enfrentar o problema, não poderá fugir de uma política de descarcerização.

A resposta do poder público nas últimas décadas tem sido sempre equivocada. Constroem-se mais prisões, mas esse investimento não vem acompanhado de investimentos no sistema penal como um todo, como na contratação de agentes de segurança. Houve um aumento gigantesco da população carcerária e também um aumento na relação entre presos e funcionários. Em prisões de São Paulo, temos muitas vezes um funcionário para cada 300 presos, situação que se reproduz em outras partes do país.

Com as atuais taxas de encarceramento e superlotação dos presídios, não há nenhum tipo de política prisional que vá dar conta disso. Deve-se reservar a prisão apenas para quem cometer crimes violentos e adotar de maneira efetiva alternativas penais, como a tornozeleira eletrônica não só para presos do regime semiaberto, mas para evitar que quem cometa um furto vá para a prisão.

Também deveria haver uma discussão séria sobre a descriminalização das drogas. Mas tenho certeza de que isso não vai ocorrer e vão adotar apenas medidas paliativas. Logo um novo equilíbrio vai se impor no sistema prisional e seguiremos até a próxima crise.

Por Joao Fellet (BBC/Brasil)

PF Deflagra Operação Contra Desvios De Verbas Em Monte Santo, Euclides da Cunha e Mais Cinco Municípios


A Polícia Federal deflagra nesta manhã (19/10) a segunda fase da Operação Prima Facie, que investiga organização criminosa especializada em fraudes em licitações e desvio de recursos públicos em contratos de transporte escolar.
Estão sendo cumpridos 7 mandados de prisão preventiva, 6 de condução coercitiva e 23 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Paulo Afonso/BA. A ação ocorre nos municípios de Araci, Crisópolis, Euclides da Cunha, Monte Santo, Paripiranga, Ribeira do Pombal e Sátiro Dias, todos no nordeste baiano.
De acordo com as investigações, a fraude consistia em direcionar as licitações recorrentemente para determinadas empresas controladas por um grupo empresarial da região, registradas muitas vezes em nome de “laranjas”, que passavam a revezar-se nos contratos firmados com vários municípios, visando não chamar a atenção dos órgãos de fiscalização e controle. Um outro grupo de empresas de fachada era utilizado apenas para dar cobertura às firmas vencedoras dos certames, participando figurativamente das licitações para dar ares de legalidade às contratações.
As irregularidades envolviam empresas ligadas à locação de veículos, especialmente para a realização de transporte escolar, com recursos do PNATE/FNDE – Programa Nacional de Transporte Escolar e do FUNDEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica.
As investigações tiveram início em Santa Brígida/BA, no ano de 2011, e foram ampliadas após a identificação de outras irregularidades com as mesmas empresas em diversos municípios.
Os investigados responderão pelos crimes de fraude à licitação, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.


Fonte: Bahia Notícias.

Aviões do Forró: Solange Almeida, Xand e Empresários Tem 163 Imóveis e 38 Veículos Bloqueados


A primeira fase da operação “For All” deflagrada na manhã desta terça-feira, 18, pela Polícia Federal em conjunto com a Receita Federal, bloqueou 163 imóveis, 38 veículos de pessoas físicas e outros 31 de pessoas jurídicas ligadas à empresa A3 Entretenimento. Os vocalistas da banda Aviões do Forró, Solange Almeida e Xand Avião, além dos empresários Isaías CDs e Carlinhos Aristides, tiveram bens bloqueados pela decisão.
De acordo com a Polícia Federal em coletiva à imprensa, as bandas de forró ligadas à empresa não declaravam o valor integral dos cachês no Imposto de Renda. Apenas 20% ou 50% eram revelados à Receita, por se tratarem da parcela que era depositada nas contas bancárias das empresas. A outra parte era paga em dinheiro vivo às bandas. Além dos cachês dos shows, outros valores eram omitidos pelas bandas de forró e pela A3 Entretenimento, que administra as bandas Aviões do Forró e Solteirões do Forró, duas das quatro envolvidas no caso. A PF não divulgou os nomes das outras bandas. Cerca de 26 empresas estão ligadas no esquema, segundo informações da PF.


“O que causou estranheza foi o que é divulgado e o que efetivamente vai para a declaração. Quando você cruza a quantidade de shows que é realizada por ano com o valor que eles cobram por cachê, a gente vê que é totalmente díspare do que eles informam oficialmente à Receita Federal. É uma diferença enorme”, disse a delegada da PF, Doralucia Oliveira de Souza.
Ainda de acordo com a delegada, que está à frente da operação há dois anos, as investigações continuam e irão abranger outras empresas e outras bandas no Ceará. “Existem dois caminhos. Um mundo oficial e um mundo clandestino, subterrâneo. A parte formal dessas empresas representa em torno de 20% do que efetivamente circulava de dinheiro. A grande parte dos recursos circulava em espécie, e isso demonstra claramente a tentativa de se evadir da tributação, o que apresenta indícios de lavagem de dinheiro”, afirmou João Batista Barros, auditor fiscal e superintendente da Receita Federal do Ceará, Piauí e Maranhão.

Aviões do Forró:
A banda Aviões do Forró irá cumprir normalmente a agenda de shows, segundo informou a assessoria de imprensa do grupo musical. Pela manhã, em nota, a assessoria informou também que a “Aviões do Forró está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação”.

Saiba mais:
Segundo o advogado Charles Soares, os bens ficam bloqueados à disposição da Justiça para pagamento de dívida posterior, sendo penhorados até o término da investigação. Eles podem ser usados, mas não negociados se tratando dos imóveis e veículos.

Fonte: O POVO Online‎.

Salvador: Vereadora Disse Que Foi Eleita Para Defender os Animais e Não o Povo


Eleita com 15.727 votos, a vereadora e militante da causa animal (PV), deixou claro que o seu compromisso na Câmara Municipal é somente com os bichinhos de Salvador. 
Durante entrevista à Rádio Metrópole, a irmã do defensor dos animais deputado Marcell Moraes, foi questionada por ouvintes sobre seus projetos. “A causa dela é muito nobre, mas gostaria de perguntar: os seres humanos como ficam? 
Os moradores de rua abandonados pela sociedade, o que ela tem de projeto para isso?”, interrogou o ouvinte identificado como Wilson, de Feira de Santana. 
Sem pensar duas vezes, Marcelle relacionou o tipo de questionamento à “turma da inveja” e declarou: “Fui eleita para defender os animais. 
Esses quase 16 mil votos foram voltados à proteção animal. Nunca enganei ninguém. O tempo todo a gente sempre falou que vai à Câmara pra defender os animais e é esse o trabalho que vou fazer. 
Existem 43 vereadores, então, acho que pelo menos um tem que defender os animais. Para os moradores de rua você pode cobrar aos outros 42”, concluiu.

Informações são do site Macuco News.

Tempos Difíceis: Nordeste Terá Pior Seca Dos Últimos 100 Anos


O governo prepara uma campanha publicitária direcionada ao Nordeste para informar que a região vai entrar no sexto ano consecutivo de estiagem. Será a seca mais prolongada dos últimos 100 anos.
A última crise foi entre 1910 e 1915. De acordo com o Estadão, a estratégia do governo com a campanha é evitar que o presidente Michel Temer seja responsabilizado pela falta d’água numa região em que é impopular. O governo avalia que, se preparar a população para o problema, a reação será minimizada. Obras estruturantes e novas adutoras não ficarão prontas a tempo de resolver o problema, que bate à porta.
O governo tem usado carros-pipa. São 6.800 atendendo 3.500 localidades. E se queixa de que alguns Estados não fizeram a sua parte.

São José do Campestre: Menino De 12 Anos é Morto a Pedradas Por Roubo De Galinhas


Um garoto de 12 anos foi morto a pedradas na noite da sexta-feira (14) na cidade de São José do Campestre, distante 100 quilômetros de Natal. 
Os suspeitos do assassinato também são adolescentes. Ambos têm 17 anos e foram apreendidos no final da tarde deste sábado (15), logo após o corpo de João Victor da Silva Enedino ter sido encontrado em meio a um matagal. Mas, por que apedrejaram o menino até a morte?
O G1 teve acesso ao depoimento de um dos policiais militares que fez a apreensão dos menores. Segundo relatou o soldado Renê Ramon Barbosa Nunes, um dos suspeitos contou que “o ato infracional se deu devido a vítima ter roubado 45 galinhas de um dos autores do homicídio”. O delegado Marcelo Marcos Alves de Lima, que é da cidade de Canguaretama e foi quem atendeu a ocorrência, confirma a motivação. “As investigações ainda vão comprovar o que os adolescentes afirmam. Pode até ser que haja outra causa, mas, até o momento, é o que consta no papel”, ressaltou.


O matagal onde o corpo de João Victor foi encontrado fica em uma comunidade afastada da área urbana da cidade, chamada de Rua da Paraíba. “Ele foi morto na noite da sexta, mas o corpo só foi encontrado na tarde do sábado. Quando chegamos lá, já havia uma aglomeração de curiosos. Ao lado do corpo do menino, muitas pedras que foram usadas para matá-lo. Realmente um crime brutal e que chocou todo mundo”, disse o soldado Renê.

Ainda de acordo com o delegado, os dois suspeitos apreendidos devem ser apresentados ainda neste domingo (16) em um centro de triagem para adolescentes infratores, em Natal, de onde devem seguir para internação. Eles foram autuados por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Caso a participação deles seja comprovada, devem permanecer internados em um centro de educação pelo período máximo de 3 anos.

Cansanção: Homem Armado Morre Após Resistir à Abordagem Policial


Um homem identificado por Jonnathan Carneiro Duarte morreu e Tone Costa Passos, 23 anos, ficou ferido após resistirem à uma abordagem policial na noite deste domingo (16) em Cansanção.
Por volta das 22:40h, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada pela Central da 4ª Cia de Cansanção para averiguar uma denúncia na Boate Esmeralda de que havia no local um elemento armado.
Ao chegarem, os policiais foram informados sobre as características dos indivíduos que estariam armados, sendo um rapaz magro, de blusa verde, bermuda surfista e tatuagens no braço e pernas e outro indivíduo branco, baixo com camisa azul e calça jeans. Assim que a policia adentrou à boate, foram visualizados 3 homens, inclusive um dos homens com as características descritas pelo solicitante.
No momento em que os policiais anunciaram a abordagem, Jonnathan, o indivíduo de blusa verde sacou uma arma de fogo e Tone, de blusa amarela, tentou dar cobertura ao parceiro se colocando na frente do mesmo. Nesse momento foi deflagrado pela polícia um único disparo que transpassou o pescoço do Tone e atingiu a cabeça de Jonnathan que havia sacado um revólver.
Após o disparo, foi recolhido em poder de Jonnathan um revólver cal.38. Aproveitando-se da situação, um terceiro elemento fugiu, a testemunha que acionou os policiais informou que foi possível perceber que esse estava armado no momento em que fugia.
De imediato foi acionado o socorro, que chegou rapidamente e conduziu os 2 feridos para o Hospital Municipal Senhora Santana, sendo que Jonnathan Carneiro Duarte veio a óbito no pronto socorro. Tone Costa Passos, que foi ferido no pescoço, foi atendido e depois transferido para a capital.
De acordo com informações, Jonnathan era natural de Senhor do Bonfim e residia na cidade de Itiúba.

Informações da Polícia Militar e Portal de Notícias.