WEB RADIO RMSOM | AUTO DJ 24 HRS

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Jovem Esfaqueia o Marido Até a Morte Após Desconfiar De Conversa No Facebook


Uma mulher foi presa após matar o próprio marido, na casa da família, no bairro Palmital, em Paranaguá, no Paraná, na madrugada desta sexta-feira. De acordo com informações da Polícia Civil, Hellen Eiglmeier Mendes, de 26 anos, confessou o crime. Ela conta que pegou o smartphone do companheiro, Abner Dubiela, também de 26, e desconfiou de uma conversa dele com outra pessoa por meio do Facebook. Houve uma discussão que terminou no assassinato.
O casal havia passado o dia consumindo bebidas alcoólicas. Era por volta das 4 horas, quando a mulher pegou o celular do marido e teve acesso ao perfil dele no Facebook. Eles começaram a discutir e trocaram agressões. Segundo Hellen, o marido tentou esganá-la.
O crime aconteceu depois que a mulher pegou uma faca, na cozinha da residência, e atacou o marido perto do coração.
— Ele morreu em questão de minutos — contou a delegada Maria Nysa Moreira Nanni, que acompanha o caso. — Ela alega que foi acidental. E vai ficar presa — acrescentou a investigadora. Segundo Maria, a mulher estava “normal” e não aparentava arrependimento.
Hellen responde em flagrante por homicídio doloso. Ela tem um filho de um ano com a vítima. O pequeno estava na casa do momento do crime e agora encontra-se aos cuidados de parentes.

Tragédia: Nordestino Sobe Em Poste Para Ver Dilma, Recebe Descarga Elétrica e Morre


Um homem morreu depois de escalar um poste e receber uma descarga elétrica, na Praça General Valadão, no Centro de Aracaju, na tarde desta segunda-feira, enquanto a presidente afastada Dilma Rousseff se preparava para fazer um discurso no ato Jornada Nacional Pela Democracia.
Em um vídeo que circula em redes sociais, é possível ver o momento em que o homem, que seria um flanelinha, leva o choque fatal.
De acordo com informações da Secretaria Estadual de Saúde de Sergipe, a vítima, ainda sem identificação, aparentava ter idade entre 20 e 25 anos. Ele sofreu uma parada cardíaca e traumatismo craniano. O rapaz morreu quando era transportado para o Hospital de Urgências de Sergipe.
Até o fim da manhã desta terça-feira, segundo informações do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, o corpo permanecia sem identificação.
A presidente afastada Dilma Rousseff chegou a Aracaju por volta das 15h30. Depois, seguiu para o centro da cidade, onde se reuniu com lideranças do PT, PCdoB e do MST. Ela discursou por cerca de meia hora para milhares de pessoas.



Informações do EXTRA.

iPhone6 “Explode” e Provoca Queimadura Grave Em Coxa De Ciclista


O britânico Gareth Clear estava percorrendo uma trilha de bicicleta na Austrália no domingo (31/7) quando sofreu uma queda. Ao cair, o ciclista sofreu um outro acidente: o iPhone6 que ele trazia no bolso “explodiu”, deixando uma grave queimadura na coxa direita de Gareth.
De acordo com reportagem do “Mirror”, Gareth percebeu logo fumaça e, segundos depois, a dor veio forte. A “explosão” derreteu o short e o calor emanado atingiu a coxa do praticante de mountain bike.
Ao tentar remover o smartphone, o britânico, que é originário de Winchester (Inglaterra), ainda queimou uma das mãos.
“Meu instinto foi agarrar o telefone, mas queimei minhas mãos. Houve um estalo bem alto.
Tentei tirar o meu short quando percebi que algo derretia sobre a minha coxa. O lítio dentro da bateria parecia lava negra”, comentou o britânico.
Gareth foi levado ao setor de queimados de um hospital local e passou por cirurgia.

Amante de magnata baiano da Telexfree, é presa 13 dias após o crime


A jovem Daiane de Oliveira Dias, 20 anos, acusada de participar do assassinato do empresário Dorian da Silva Santos, 29, o Dorian da Telexfree, foi presa na manhã desta segunda-feira (1º), em Feira de Santana. Ela havia sido detida pela primeira vez no último dia 21 de julho, dois dias depois do crime, mas foi liberada porque não havia mandado de prisão contra ela.
Segundo o titular da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana, Gustavo Coutinho, Daiane se apresentou espontaneamente na unidade acompanhada de dois advogados. “O mandado de prisão preventiva dela e dos dois comparsas foram emitidos na última quinta-feira à tarde. Na manhã de sexta-feira, um dos advogados dela entrou em contato e informou que ela iria se apresentar nesta segunda”, afirmou o delegado.
Os advogados de Daiane também são os defensores de Davi Rios de Oliveira, o Davi Gordo, 21, e Joanderson Menezes Lima, 24, apontados pela polícia como comparsas da mulher. Eles foram presos no dia 20 de julho, um dia depois do crime, e estão custodiados no Conjunto Penal de Feira de Santana.
Quando foram presos, os dois homens acusaram Daiane de ser a mandante do crime, mas a polícia descartou essa informação. “Fizemos uma acareação entre eles. Está claro que foi uma ação conjunta. Eles planejaram e executaram tudo, juntos. Não havia um mandante”, afirmou o delegado.


Depois da prisão, Daiane foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana para fazer exames de corpo de delito e seguiu para o Conjunto Penal da cidade.
Segundo a polícia, os três acusados confessaram o crime. Disseram em depoimento que mataram o empresário para poder ficar com o carro que haviam roubado da vítima. Por isso, vão responder por latrocínio (roubo seguido de morte).

Crime:
A polícia descobriu que Dorian e Daiane mantinham um relacionamento amoroso desde que a jovem tinha 15 anos. A mulher é natural de Salvador, mas os pais dela moram no povoado de Cabaceiras, no município de Serra Preta, mesma cidade em que Dorian vivia.
No sábado (16), Daiane conheceu Davi Gordo, um traficante de Feira de Santana. “Durante o encontro, ela contou que mantinha um relacionamento com um empresário, um homem que tinha dinheiro. Foi então que surgiu a ideia de forjar um assalto, para ficarem com o carro e o dinheiro da vítima”, contou o delegado, na época.
Um dia antes do assassinato, Daiane e Davi Gordo se encontraram novamente para articular o crime. Por volta das 15h de terça-feira, ela ligou para Dorian e disse que queria encontrá-lo. No momento da ligação, a vítima estava com um amigo na Avenida João Durval.
O encontro foi marcado no antigo posto da Polícia Rodoviária Federal. O empresário encontrou com Daiane e o casal ficou junto. Quando ele estava deixando a casa, foi surpreendido por Davi Gordo e Joanderson que anunciaram o assalto. Segundo a polícia, Dorian reagiu a abordagem, mas foi dominado pelos bandidos. Ele e a mulher foram amarrados pelos criminosos, mas a vítima percebeu a armação.
“O Dorian olhou atravessado para a mulher e disse: ‘Foi você quem armou tudo isso, eu sei’. Foi aí que eles ficaram com medo de a vítima procurar a polícia e resolveram matar o empresário”, afirmou Coutinho.

Trajeto para a morte:
O grupo seguiu na Hilux pela BR-324, com a vítima amarrada no baco traseiro do veículo. Para não serem rastreados pelo aparelho celular do empresário, os suspeitos lançaram o iPhone pela janela do carro enquanto fugiam. Depois pegaram a BR-101 e foram até o povoado de Caetano, no distrito de Humildes, em Feira de Santana, onde mataram Dorian.
Segundo a polícia, foi Joanderson quem atirou no empresário. Foram seis disparos, todos na boca, com um revólver calibre 32. Os dois suspeitos presos vão responder por latrocínio, no caso do empresário, e por roubo, no caso do celular roubado na quarta-feira.
Dorian ficou conhecido por fazer parte da Telexfree, empresa de venda do serviço de voz pela internet (Voip), como o Skype ou o Google Talk e ganhou visibilidade em 2013. Na época, mais de 1 milhão de brasileiros fizeram parte da negociação e muitos perderam os investimentos.
A Justiça brasileira entendeu que a companhia trabalhava com um sistema de pirâmide financeira, em que se ganha dinheiro com o recrutamento de outros participantes, o que é proibido por lei. Em abril deste ano, a empresa foi multada em R$ 5,5 milhões pelo esquema. O caso tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Informações são do Correio24H.
Fotos: Polícia Federal e Acorda Cidade.