WEB RADIO RMSOM | AUTO DJ 24 HRS

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Justiça Eleitoral Pode Mudar Resultado Das Eleições Em 12 Cidades Baianas; Veja Lista


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou uma lista com 145 municípios que ainda estão com os resultados oficiais das eleições do último domingo pendentes. A indefinição ocorre por conta dos candidatos que tiveram seus registros indeferidos, mas que apresentaram recursos à Justiça Eleitoral e puderam fazer campanha. As cidades esperam agora uma decisão final para a diplomação dos vencedores e a posse dos eleitos em 1º de janeiro.
O Rio de Janeiro é o 5º estado com o maior número de casos de cidades com pendências nos resultados. Dez cidades fluminenses ainda não sabem se seus candidatos mais votados para as prefeituras serão, de fato, seus novos prefeitos. São elas: Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Itaguaí, Nova Iguaçu, Rio Bonito, Rio das Ostras e Teresópolis.

Anabel de Tista, prefeita eleita da cidade de Jeremoabo, um dos municípios da Bahia que depende de decisão judicial

À frente do Rio estão São Paulo e Minas Gerais, com 24 cidades cada; o Paraná, com 17; e a Bahia, com 12. Mesmo com a possibilidade de concorrer, os votos dos candidatos só serão computados após a palavra final da Justiça Eleitoral. Quatro municípios estão na iminência de ter ou não segundo turno por conta de candidatos com registros indeferidos. No sistema do TSE, os votos desses candidatos aparecem com os votos considerados nulos. Em Nova Iguaçu (RJ), Rogério Lisboa (PR) foi o candidato mais votado e tenta consolidar uma decisão com Nelson Bornier (PMDB), o segundo mais votado, mas registrado como eleito è prefeitura. Também no Rio, em Belford Roxo, Dr. Deodalto (DEM) tenta ir ao segundo turno com Wagner Carneiro (PMDB).
Em Taubaté (SP), Ortiz Junior (PSDB), que teve mais votos que a soma dos dois candidatos classificados ao segundo turno, Pollyana Gama (PPS) e Saud (PMDB), aciona a Justiça para voltar a disputa em 30 de outubro. Já em Montes Claros (MG), o candidato à reeleição, Ruy Muniz (PSB), tenta ir ao segundo turno contra Humberto Souto (PPS). Muniz chegou a ser preso por cem dias antes da votação e fez campanha dado como foragido pela Justiça.

As cidades baianas e candidatos que dependem de decisão da Justiça Eleitoral são:
Camamu: Iona Magalhães –  8.570 votos
Correntina: Nilson José Rodrigues (Maguila) – 10.561 votos
Iramaia: Antônio Carlos Silva Bastos (Tunga) – 3.789 votos
Iraquara: Edimário Guilherme de Novais – 7.935 votos
Itabuna: Fernando Gomes – 34.152 votos
Jeremoabo: Anabel de Sá Lima Carvalho – 10.734
Lençóis: Marcos Airton Alves de Araújo (Marcão) – 2.411 votos
Rio de Contas: Cristiano Cardozo de Azevedo –  4.956 votos
Santa Cruz da Vitória: Carlos André de Brito Coelho – 1.901 votos
Sapeaçu: George Vieira Goes – 8.359 votos
Sítio do Mato: Alfredo de Oliveira Magalhães Júnior – 3.553 votos
Uruçuca: Moacyr Batista de Souza Leite Júnior – 6.604 votos

Informações do iBahia e Agência O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário