WEB RADIO RMSOM | AUTO DJ 24 HRS

domingo, 28 de agosto de 2016

Simone & Simaria: Milionárias, Elas Contam Como Atingiram o Sucesso


O início de tudo:
Simaria: “Nós somos de Uibaí, interior da Bahia. Começamos a cantar muito cedo. Eu, desde pequena, já cantarolava. Aos 6 anos, comecei a participar de concursos de calouro na cidade onde morávamos e, graças a Deus, sempre ganhava. Quando a Simone cresceu, passou a participar comigo e não paramos mais. Tudo começou assim”. 

Dupla de backing vocals:
Simaria: “O Frank Aguiar me conheceu em uma casa chamada Recanto do Nordeste, eu tinha 14 anos e cantava na Swing do Nordeste. Ele me chamou para um teste – na época, começava a fazer sucesso em São Paulo. Fui aprovada e passei sete anos como backing vocal. A Simone fez teste dois anos depois e entrou na banda. Foi uma fase de muito aprendizado”. 

Pai coragem:
Simone: “Nosso pai era garimpeiro e durante muito tempo ele sonhou em achar um diamante que fosse capaz de mudar a vida da família. Nós passamos por dificuldades enormes – moramos em barraco de lona, de tábua, tomávamos banho de caneca... – enfim, matávamos um leão por dia para conseguir sobreviver”.

Cachê de R$ 100!:
Simone: “Nosso primeiro cachê foi de R$ 100”. 
Simaria: “Quando saímos do Frank e vivíamos com R$ 200 por mês, pensei em desistir”. 

O sucesso começou...
Simone: “Um tempo depois, passamos cinco anos à frente da banda Forró do Muído. Foi uma época excelente. Tocávamos fixas, aos domingos, em uma casa e começamos a conquistar o nosso público, fãs apaixonados pela gente, pela nossa música, que começaram a pedir um CD. Com sete meses, a banda estourou. Foi maravilhoso, mas chegou um momento em que precisávamos seguir o nosso caminho. A decisão foi difícil e relutamos muito, mas sentíamos a necessidade de crescer mais e ter a nossa própria banda”. 

... E o salário aumentou:
Simone: “Quando começamos a ganhar melhor, compramos uma casa para termos o banheiro que desejávamos, já que na infância era um dos nossos desejos. 
Simaria: “Como a Simone comentou, nas épocas mais difíceis não tínhamos banheiro com chuveiro encanado... Então, sonhávamos com um banheiro grande, com boxe e um bom chuveiro (risos)”. 

Encontro com o rei:
Simone: “Graças a Deus, já realizamos muitos dos nossos sonhos – compramos uma boa casa para morar e conseguimos proporcionar uma qualidade de vida melhor para nossa família –, isso era o mais importante. Agora, queremos muito cantar com o Roberto Carlos (risos)”. 

Estouradas no Brasil:
Simone: “Antes de a música Meu Violão e Nosso Cachorro estourar no Brasil, já fazíamos sucesso no Norte e Nordeste. O que mudou agora foi o reconhecimento do público por onde passamos no país todo, porque na rotina fazemos as mesmas coisas, vamos aos mesmos lugares...” 

Amigos sertanejos:
Simaria: “Escolhemos Bruno & Marrone e Jorge & Mateus para participarem do DVD (gravado há um mês em Goiânia), porque somos fãs deles. Admiramos o trabalho, o caráter, a humildade... Além de referências no mercado da música sertaneja, são nossos amigos de verdade”. 

Briga entre irmãs:
Simone: “Como todos os irmãos, nós temos as nossas diferenças, discussões, isso é normal em qualquer relação familiar, ainda mais quando existem questões profissionais no meio. Mas o mais importante é saber respeitá-las e dar o devido espaço de cada uma”. 

Quem manda mais:
Simone: “Não temos papéis definidos, mas como a Simaria está mais à frente das questões burocráticas e administrativas da banda, acabo cantando um pouco mais nos nossos shows”.

Kardashians do Brasil?:
Simaria: “A gente fica feliz com a comparação com as irmãs Kardashian, porque a Kim é um fenômeno, né? Ser comparada com uma beleza daquela é tudo, mas brincamos que somos a Kim Carpaccio mesmo (risos)”. 

Abaixo os abusadinhos:
Simone: “Já aconteceu de um cara ser um pouco mais abusado conosco nos shows, mas todos acabaram se dando mal, porque colocamos a pessoa no devido lugar, exigindo respeito e informando, caso eles não saibam, que somos duas mães de família e muito bem casadas. Nossos fãs nos respeitam muito. Claro, sempre existe um mais atirado, mas nunca passamos por uma situação constrangedora ou que não soubemos contornar”. 

Laços de família:
Simone: “Sou casada com o Kaká Diniz e nós temos o Henry, de 1 ano. A Simaria é casada com o Vicente e tem dois filhos: Giovanna, 3, e o Pawel, de 7 meses. Família é o nosso porto seguro. Batalhamos para dar a eles uma qualidade de vida melhor do que a que tivemos quando éramos pequenas”.

Fonte: Viva Mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário