quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Morre o Sanfoneiro Da Banda de Mano Walter


Morreu neste domingo (8), em Palmeira dos Índios, o sanfoneiro Luiz Ricardo da Silva, mais conhecido como “Lula Demó”, de 37 anos. Ele integrava a banda do cantor Mano Walter e estava internado na UTI do Hospital Santa Rita com problemas hepáticos.
Com seu afastamento da banda, seu irmão Zé Demó atuava no grupo como sanfoneiro. Lula já passou pela banda Aprovados do Forró.
É a segunda perda que a banda de Mano Walter sofre este ano. Em agosto, o dançarino Carlos dos Santos Silva, o Carlinhos Anão, morreu após passar mal em casa.

Fonte: Forro Dicumfoça.

Barcelona Comete Gafe e Coloca Ronaldinho Gaúcho Como 'Aposentado'


Jogador concedeu entrevista para lembrar de alguns de seus momentos pelo clube catalão.

Ronaldinho concedeu entrevista ao site oficial do Barcelona para lembrar alguns de seus momentos pelo clube catalão, que não escapou de uma gafe na tradução do texto do espanhol para o inglês. No primeiro idioma, em uma parte aparecia a citação "como ex-jogador do Barça". Ao ser colocado para a língua inglesa, a agremiação colocou "agora aposentado" (now retired) como se o brasileiro já tivesse pendurado as chuteiras.
O jogador pode até não estar atuando e aproveitando férias em Dubai e outras partes do mundo, mas não coloca sua carreira nos gramados como encerrada ainda. Logo depois de romper contrato com o Fluminense, ele disse que iria descansar por um tempo para depois decidir seu próximo destino no futebol. O retorno será em 2016.
- Voltarei a jogar no próximo ano, mas não sei onde. Agora minha cabeça só pensa em descansar e desfrutar minhas férias. Realmente eu preciso – destacou o jogador ao jornal espanhol Marca no final de outubro.
Na conversa com o site do time catalão, R10 lembrou dos momentos ao lado de Messi. Ele foi responsável pelo passe para o primeiro gol do argentino com a camisa culé.
- Minha memória mais querida com ele foi seu primeiro gol. É muito legal saber que eu dei o passe. Foi um momento especial para mim - disse Ronaldinho.

Foto: Reprodução/Youtube.
Fonte: Globo Esporte.

Ministério da Saúde Investiga Caso Suspeito de Ebola Em Belo Horizonte


O Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais e a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte informam que a Unidade de Pronto Atendimento da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), recebeu nesta terça-feira (10/11), às 20h, um paciente classificado como suspeito de infecção por ebola. Trata-se de um homem, de 46 anos, vindo da Guiné, que chegou ao Brasil no dia 6 de novembro e começou a apresentar sintomas como febre alta, dor muscular e dor de cabeça no último dia 8.
Imediatamente após a identificação da suspeita, o paciente foi isolado na unidade e teve início a adoção do protocolo nacional estabelecido para casos suspeitos de ebola, como a comunicação à secretaria estadual de saúde e ao Ministério da Saúde. 
No momento, a UPA Pampulha não está recebendo novos pacientes. O caso está sendo acompanhado pelas equipes de vigilância em saúde do Ministério da Saúde e de Minas Gerais. Todos os pacientes e profissionais da unidade que tiveram contato com ele foram orientados e estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde. 
O paciente deverá ser encaminhado para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), no Rio de Janeiro (RJ), referência nacional para casos de ebola, seguindo protocolo de segurança. A transferência será realizada ainda nesta quarta-feira (11), em avião da Força Área Brasileira.
O ebola só é transmitido através do contato com o sangue, tecidos ou fluidos corporais de indivíduos doentes. O vírus somente é transmitido quando surgem os sintomas.
Nesta quarta-feira (11), o Ministério da Saúde realizará coletiva de imprensa sobre o assunto, às 16h.
Para preservar a privacidade do paciente e direitos legais, as autoridades sanitárias reforçam que o nome do paciente deve ser preservado e não deve ser divulgado pela imprensa e demais mídias.

Fonte: Portal Saúde.

Monte Santo: Prefeito Tem Contas Reprovadas, é Multado Em Quase R$ 70 Mil e Terá Que Devolver R$ 58 Mil Aos Cofres Públicos


Nesta quarta-feira (11/11), o Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas da prefeitura de Monte Santo, da responsabilidade de Jorge José de Andrade, referentes ao exercício de 2014, determinando a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor.
O relator do parecer, conselheiro substituto Cláudio Ventin, apontou que o gestor não promoveu a redução do percentual da despesa total com pessoal nos moldes e prazos definidos na Lei de Responsabilidade Fiscal, o que motivou a reprovação das contas.
O gestor foi multado em R$ 4 mil pelas falhas remanescentes no relatório e em R$ 64.800,00, que corresponde a 30% dos seus vencimentos anuais, por não ter reduzido os gastos com pessoal. Também deverá restituir aos cofres municipais a quantia de R$ 58.406,24, com recursos pessoais, referente a saída de numerário da conta específica do Fundeb sem documento de despesa. Cabe recurso da decisão. 

Informações são do TCM.

TERESINA: Colisão Entre Trem e Metrô Deixa Dois Mortos

Trem da Transnordestina Logística realizava trabalho de manutenção da linha férrea. Metrô não deveria estar no trilho.

Uma colisão entre um trem cargueiro da Transnordestina Logística e o metrô de Teresina (CMTP) deixou duas pessoas mortas na tarde desta terça-feira (11). O fato aconteceu no trecho da linha férrea próximo à ponte Wall Ferraz, no bairro Cristo Rei, por volta das 16 horas. O maquinista do metrô, identificado como Gilvan Soares de Brito, foi foi umas das vítimas que morreram. 
A vítima que estava no trem também se chamava Gilvan, conforme informações preliminares fornecidas por funcionários das duas empresas.

Outro funcionário da Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP), identificado como Adécio Luís, pulou a tempo do vagão quando percebeu que a colisão era iminente. Ele tinha manchas de sangue no rosto, mas estava consciente e foi para o hospital por conta própria.
Logo após o acidente, Adécio ainda tentou ajudar o colega de trabalho, mas não conseguiu. "Foi instinto. Eu vi que ia bater e pulei", relata o sobrevivente.
Quando a equipe do Samu chegou, uma das vítimas ainda agonizava no local, mas acabou falecendo pouco antes das 18 horas.

Metrô não deveria estar nos trilhos no momento da colisão:
Segundo o diretor-presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Público, Antônio Sobral, as causas do acidente ainda serão apuradas.
Embora apenas uma investigação mais aprofundada possa confirmar o que provocou a tragédia, as informações preliminares apontam que o metrô não deveria estar no trilho no momento do impacto. 
Segundo funcionários das duas empresas, a causa provável da tragédia foi "erro de comunicação" entre os maquinistas e controladores, hipótese admitida pelo próprio diretor da CMTP.
De acordo com Sobral, a última viagem do metrô nesta quarta-feira (11) havia ocorrido por volta das 9 horas da manhã. Em seguida, o veículo foi para a oficina, pois estava sendo feito um serviço de manutenção nos trilhos.
O trem da Transnordestina trabalhava na distribuição de brita ao longo da linha, e tinha autorização para estar no local no momento em que o acidente ocorreu, o que reforça a tese de que houve falha por parte da CMTP, órgão que integra a administração indireta do Governo do Estado. 
"Por volta das 9 horas da manhã, o metrô foi para a garagem, para a oficina, porque ia ter o serviço na linha - de distribuição de brita e nivelamento de linha. Ele [metrô] retornaria [para os trilhos] apenas depois das 16 horas, para pegar o horário de pico, no início da noite. Então, pelo que estamos vendo aqui inicialmente, houve uma entrada do trem [metrô] antes do trem de lastro [da Transnordestina] desocupar a linha. A gente pode imaginar que houve algum problema relativo à comunicação. Vamos fazer um relatório detalhado do que realmente aconteceu. Todas essas falas que ocorrem entre o controlador de movimento e os maquinistas são gravadas. E a partir dessas conversas nós teremos a certeza do que foi determinante para que ocorresse o acidente", afirmou Antônio Sobral, que chegou ao local do acidente pouco depois das 18 horas.
O maquinista do metrô trabalhava da CMTP desde 1990 e tinha mais de 50 anos, segundo Antônio Sobral. "Nós lamentamos por essa vida. Em 25 anos de existência do metrô, essa é a primeira morte registrada no metrô, seja de funcionário ou passageiro", afirma o diretor.
Populares que passavam pelo local no momento pararam para fazer imagens do acidente e ver o que estava acontecendo, o que acabou provocando um congestionamento na Ponte Wall Ferraz e no trecho da saída da ponte para a Avenida Higino Cunha.

As informações e fotos são do Portal o Dia.