sábado, 22 de agosto de 2015

Tucano: Dono de Restaurante é Morto Com 14 Tiros


O dono de uma churrascaria foi morto a tiros na tarde deste domingo (16) no bairro do Entroncamento, em Tucano, cidade que fica a 83 km de Serrinha.
José Raimundo Jesus de Santana, de 36 anos, conhecido na cidade como “Zé de Ramira”, foi atingido pelo menos quatorze vezes. Ele chegou a ser levado para o Hospital Municipal Mariana Penedo (HMMP), mas já chegou morto. Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 14h30.
José Raimundo estava dentro do seu restaurante, Churrascaria e Pizzaria Água na Boca, quando foi surpreendido por três homens que chegaram em um veículo Renault, de cor branca, e o executaram à queima-roupa. A polícia ainda não sabe o que aconteceu. "A Polícia Civil já assumiu a investigação", disse um PM.
Ainda segundo a PM, o comerciante tinha passagem por tráfico de drogas. No local foram encontradas cápsulas de pistola .40. O caso foi informado à Delegacia Territorial.

Conceição Do Coité: Casal Discute Durante Bebedeira e Mulher Mata o Marido Com Facada


Adilton de Oliveira Santos, 35 anos, morreu após ser esfaqueado na noite de quarta-feira (19) no município de Conceição do Coité, a 35 quilômetros de Serrinha. Segundo a Polícia Militar, a esposa da vítima, Luciana Soares dos Santos, 38 anos, é suspeita de ter esfaqueado o marido.
De acordo com testemunhas, eles teriam iniciado uma discussão durante uma bebedeira. Os envolvidos estavam bebendo dentro de uma casa, no bairro da Jaqueira. No local, eles começaram a discutir, quando segundo testemunhas, a vítima teria agredido a esposa. Durante a briga, a mulher pegou uma faca e atingiu a vítima no tórax.
Segundo a polícia, o homem não resistiu ao ferimento e morreu antes da chegada do socorro. A mulher foi presa e conduzida à delegacia da cidade. 

Crime aconteceu no bairro da Jaqueira, em Coité

As informações/Foto: Calila Noticias.

Riachão do Jacuípe: Pastor é Morto a Tiros Dentro De Carro


Um pastor evangélico de 41 anos foi assassinado na manhã desta quinta-feira (20) na cidade de Riachão do Jacuípe, a 55 quilômetros de Serrinha.
O crime aconteceu por volta das 8h30, na frente da casa de um dos filhos da vítima, identificada pela polícia como Gilberto Gomes Evangelista de Almeida.  
Ele esperava pelo filho, um rapaz de 18 anos, que iria acompanhá-lo até uma oficina. "Ele [o pastor] estava esperando dentro do carro quando dois homens em uma moto apareceram e efetuaram os disparos", informou o titular da delegacia da cidade, Sérgio Araújo Vasconcelos.
"Foram mais de 15 tiros na cabeça e no tórax", revelou Gilberto não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime.
A principal suspeita é de que o pastor, que trabalhava como representante comercial, tenha sido executado. "Estamos trabalhando na linha de vingança, porque os suspeitos não roubaram nada da vítima", esclareceu o delegado.


Gilberto era casado e morava em Riachão do Jacuípe há mais de 10 anos. Natural de Petrolina, em Pernambuco, o pastor tinha sido preso anteriormente pelo crime de latrocínio - roubo seguido de morte.
"Ano passado, ele foi preso aqui na cidade por policiais militares de Pernambuco, e ficou um tempo lá antes de ser liberado", revelou Sérgio Vasconcelos.
O crime pelo qual a vítima respondia teria acontecido antes dele se mudar para a Bahia. Após ser liberado pela polícia pernambucana, Gilberto retornou a Riachão do Jacuípe. O delegado não soube explicar os motivos do pastor ter ganhado liberdade.
Os dois suspeitos de atirarem contra Gilberto ainda não foram identificados pela polícia. "Eles usavam capacete, o que dificulta a investigação", disse o delegado Vasconcelos. O corpo do pastor foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Feira de Santana, e não há data definida para o sepultamento dele.

Pastor foi atingido por mais de 15 tiros enquanto esperava por filho dentro de carro

Vítima respondia por latrocínio - roubo seguido de morte - em Pernambuco. Polícia suspeita de vingança

Fonte: PCS.


São Gonçalo dos Campos: Policial é Morto Pela Esposa Com a Própria Arma


O investigador da Policia Civil Mário Cezar Pedreira Filho foi morto com um tiro de sua própria arma disparado pela esposa, na noite desta quinta-feira (20), em São Gonçalo dos Campos, no Centro-Norte do Estado, a 91 quilômetros de Serrinha.
Segundo a polícia, Meire dos Santos Pedreira atirou no marido e fugiu após o crime. Mário faria 57 anos nesta sexta-feira (21). Ainda de acordo com a polícia, o caso aconteceu por volta das 23h30 dentro do quarto do casal, na casa que fica na Rua das Flores, no bairro Estádio.
Meire teria descoberto que Mário estava tendo um relacionamento com outra pessoa e, por isso, o casal discutiu na noite passada. Durante a briga, Meire pegou a arma do marido, uma pistola .40, e fez apenas um disparo.
Mário foi atingido na boca e morreu no chão do quarto. No momento do crime, os filhos do casal, de 17 e 25 anos, estavam dentro da casa. Segundo a polícia, Meire conseguiu fugir antes da chegada da Polícia Militar.
A viatura fez buscas na região, mas não localizou a mulher. O corpo de Mário e a arma foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), em Feira de Santana. Ele era lotado na delegacia de Conceição de Feira e atuava como investigador na unidade havia três anos.
A polícia continua fazendo buscas para tentar localizar a suspeita. O caso será investigado pelo delegado Eugênio Rocha Viana Filho, em São Gonçalo dos Campos.

Fonte: PCS.

Mototaxista é Encontrado Morto Em Retirolândia; Corpo Estava Enterrado


A Polícia Militar (PM) encontrou, na manhã desta sexta-feira, 21, o corpo do mototaxista Urlan Sampaio da Silva, de 23 anos, que estava desaparecido desde a tarde de quinta-feira, 20, na zona rural de Retirolândia, município que fica a 51 quilômetros de Serrinha. O suspeito foi preso.
Ao ser interrogado, Ronaldo Braz dos Santos, de 26 anos, confessou o crime e levou os policiais até o local onde enterrou o corpo da vítima. Peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT/Serrinha) foram acionados e seguiram para o local para realizar a remoção e a identificação do corpo.
O cadáver estava enterrado em um matagal na região do povoado de Lajinha, no mesmo local onde o táxi foi abandonado, depois que o jovem saiu da Praça 27 de Julho, no Centro de Retirolândia, para fazer uma corrida. Ele estava com as mãos e os pês amarrados e tinha sinais de perfurações na cabeça. A moto e o dinheiro da vítima foram levados.


Ainda durante o depoimento, o acusado disse que a vítima implorou para não morrer e que ele atirou por ganância. Ronaldo Braz será indiciado por latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, e ocultação de cadáver. Ele foi conduzido ao Conjunto Penal de Serrinha.
Entenda o caso - O taxista saiu da sede do município, por volta das 13h30, para fazer uma viagem, de táxi, até o povoado de Lagoa Grande na quinta-feira, 20, mas não retornou. O veículo foi encontrado, abandonado, na tarde desta sexta-feira, 21, na Fazenda Cipó de Leite, perto do povoado da Lajinha.
De acordo com a Polícia Militar (PM), o corpo do mototaxista também foi encontrado na mesma região, após a prisão do suspeito. A arma usada no crime, um revólver calibre 32, e os pertences da vítima foram apreendidos. 


Fonte: PCS.