domingo, 8 de março de 2015

FELIZ DIA MULHERES DO MEU BRASIL...


Vitória da Conquista: Colisão Frontal Entre Carro e Caminhão Deixa Um Morto


Um homem morreu após sofrer um acidente na manhã deste sábado (7) envolvendo um carro de passeio e um caminhão. 
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão frontal aconteceu no km-863, na BR-116, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.
O motorista do carro não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Já o condutor do caminhão não sofreu ferimentos. Os nomes não foram divulgados.
Também não há informações sobre o que pode ter provocado o acidente. O carro da vítima que morreu ficou totalmente destruído. (Fonte: Blog do Anderson)

Utinga: Bandidos Ateiam Fogo Em Viatura Da Polícia


Parece não haver limites para a ousadia dos bandidos na Bahia. Na madrugada deste sábado (07) uma viatura estacionada no pelotão do 11º Batalhão, em Utinga, localizada a 419 quilômetros de Salvador foi incendiada por criminosos.
De acordo com informações, por volta de 1h da madrugada, os polícias militares foram alertados que a viatura estava pegando fogo. Com o auxílio de extintores e de populares, as chamas foram controladas e princípio de incêndio na viatura não tomou grandes proporções.
Apenas as luzes de sinalização da parte traseira e a tampa de combustível foram atingidos pelas chamas. Segundo a polícia ainda não se sabe a autoria do atentado. 

Informações/Imagem: Ruy Barbosa Notícias.

A Cada 36 Horas, Um Jovem Morre Vítima de Álcool No Brasil


Levando em conta todas as faixas etárias, o número de mortes causadas pelo álcool chegou a 6.944 em 2012, quase o dobro do registrado em 1996, dado mais antigo disponível na base Datasus. Naquele ano, foram 3.973 óbitos associados ao consumo exagerado de bebida. No período, a alta no número de mortes foi de 74%.
Em entrevista à Veja Online, Deborah Malta, diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, afirma que o número de mortes associadas ao álcool deve ser ainda maior se computadas as causas secundárias, como doenças provocadas pelo consumo por um longo período de tempo ou violência associada à ingestão da bebida.
Segundo Clarice Madruga, pesquisadora do Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas da Universidade Federal de São Paulo (Inpad/Unifesp), o consumo excessivo de álcool em todas as faixas etárias vêm crescendo nos últimos anos. Um levantamento da universidade mostrou que, entre os brasileiros que consomem álcool, o hábito chamado de “beber em binge”, quando há ingestão de pelo menos cinco doses de bebida em um período de duas horas, cresceu de 45%, em 2006, para 59%, em 2012. 

Informações: Veja Online / Imagem Ilustrativa.