quarta-feira, 27 de agosto de 2014

BR 101 – Ambulância Colide Em Caminhão e Pega Fogo: Três Pessoas Morrem


Um motociclista que passava pelo local também ficou ferido no acidente, com fratura exposta na perna.

Um grave acidente ocorreu no início da tarde desta quarta-feira,27, na BR-101, próximo ao município de Muritiba (140 km de Salvador). Segundo informações da PRF (Policia Rodoviária Federal), três pessoas morreram carbonizadas e uma ficou gravemente ferida após uma ambulância colidir com um caminhão placa policial NTN 7791, licença de Santo Antônio de Jesus, que  prestava serviço a uma fábrica de estofados.
De acordo a PRF, as três vítimas fatais estavam na ambulância e não tiveram suas identidades reveladas. Acredita-se que eram pacientes que seriam encaminhados para a capital baiana. Diego Melo, residente na cidade de Cruz das Almas, pilotava uma motocicleta e foi atingido na hora da colisão. Atendido por prepostos do SAMU com uma fratura exposta na perna esquerda foi encaminhado a uma unidade hospitalar na cidade de Cruz das Almas.
O transito está lento no local e a PRF continua orientando os motoristas que trafegam na área.

Fonte: calilanoticias.

Monte Santo: Médicos do Município Paralisam Atividades em Rede Hospitalar


A população, insatisfeita, teme que o caso se agrave por conta da falta do atendimento

O Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia, SINDIMED, protocolou ontem (25) um oficio que põe, temporariamente, fim no atendimento ambulatorial do Hospital Municipal Monsenhor Berenguer e de toda a rede do Programa Saúde da Família – PSF e Postos de Saúde. Segundo o sindicato, a ordem de paralisação é decorrente de atrasos nos salários dos profissionais e nos iminentes riscos de integridade física que estes correm diariamente, além da falta de materiais básicos para o atendimento dos pacientes.
Os médicos atenderão apenas, casos de urgência e emergência de alto risco de vida. A classe solicita que as reivindicações sejam rapidamente resolvidas e destacam a precariedade do hospital municipal, alegando não ter condições mínimas para execução do serviço médico. 
A população, insatisfeita, teme que o caso se agrave por conta da falta do atendimento, uma vez que o hospital é único em todo o município e serve à mais de 54 mil pessoas (número de habitantes do município). Hoje durante todo o dia moradores da cidade foram pegos de surpresa com a paralisação ao buscar atendimento médico e muitas pessoas reclamam da demora para conseguir atendimento devido a insuficiência de profissionais, de materiais e até de remédios. Uma senhora, esperou mais de 1 hora na fila para ser atendida e como não teve atendimento preferencial acabou retornando para sua residência sem ser atendida. algumas pessoas chegaram a cogitar a possibilidade de procurar atendimento em cidades vizinhas como Euclides e Cansanção porém há relatos que algumas pessoas tentaram tirar Raio X no hospital de Cansanção e foram negados por não serem moradores da cidade.
Outros casos recentes também chamam atenção e agravam ainda mais a rede hospitalar do município. Como há semanas, onde uma criança nasceu com uma síndrome rara e os profissionais feriram  o código ética médica e espalharam fotos e vídeos pelas redes sociais. Ainda na semana passada, um falso médico foi preso em flagrante atuando na emergência do hospital, onde este utilizava o registro no conselho regional de medicina, de outro médico da capital baiana. O falso médico ficou detido por aproximadamente quinze dias e conseguiu uma liminar na justiça para responder pelos crimes de falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão em liberdade.
A Secretaria de Saúde ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a paralisação dos médicos. 

Confira abaixo o comunicado do SINDIMED-BA enviado para a reportagem do MonteSanto.net 
 

 Fonte: MonteSanto.net