domingo, 13 de abril de 2014

Cansanção: Homem Assalta Residência e Estupra Mulher Na Frente do Marido

 

Um assalto seguido de estupro que aconteceu no início da semana em um povoado de Cansanção chocou a população do município.
Segundo informações, um homem armado invadiu uma residência e logo após roubar o dinheiro e vários itens pessoais de uma família, tentou violentar uma criança, desesperada a mãe pediu para que o marginal deixasse a filha e a levasse no lugar, o homem então soltou a menina e começou a abusar da mulher ainda na frente do marido da vítima, em seguida a levou para um matagal onde consolidou o estupro.
Desesperado, o esposo acionou os vizinhos que chamaram a polícia, porém o marginal conseguiu escapar ileso e não se tem pistas do seu paradeiro. A vítima foi conduzida até Juazeiro onde fez exame de corpo de delito, em seguida passou por outros exames médicos para saber se contraiu alguma doença e também deverá passar por um acompanhamento psicológico.

Informações: Portal de noticias.

Pedra Vermelha: Homem Supostamente Embriagado Perde Controle do Carro e Colide Em Árvore


Um homem supostamente embriagado conhecido como Agostinho que trabalha na compra e venda de animais para abate, sofreu um acidente na noite desde Sábado (12) por volta das 20:30Hrs, na saída de Cansanção, distrito de Pedra Vermelha, cerca de 24 km da sede da cidade de Monte Santo - BA.
O mesmo relatou a nossa reportagem que acabou errando a estrada e se deparou com uma arvore onde não pode mais desviar e veio a colidir seu veiculo Saveiro.
O mesmo saiu ileso do acidente, ouve apenas danos materiais no veiculo. Para que se retirasse o veiculo do local foi necessário a ajudar de um trator.
Obs. o Senhor Agostinho é esse que aparece em algumas imagens usando chapéu de couro.

Imagens:









Por repasse da notícia, as imagens são do blog pv notícias.

Bebê de Nove Meses Acusado de Tentativa de Homicídio é Inocentado


A Justiça do Paquistão retirou neste sábado (12) a acusação contra um bebê de nove meses que havia sido acusado de tentativa de homicídio. Mohammed Musa Khan compareceu a uma audiência em Lahore, no nordeste do país. O bebê foi levada para a audiência nos braços de seu avô. A criança foi absolvida, mas a acusação contra a família dele foi mantida. Doze membros de sua família foram acusados de tentativa de homicídio contra um dos policiais que tentaram acabar com um confronto entre moradores e funcionários de uma companhia de gás. A imagem do bebê chorando enquanto tinha as impressões digitais tiradas gerou indignação entre os paquistaneses. O suposto ataque aconteceu no último dia 1º de fevereiro, quando um grupo de policiais foi a uma casa para cobrar o pagamento de uma conta de gás. Após um desentendimento, o pai do bebê, um irmão mais velho e outras pessoas presentes na residência jogaram tijolos nos oficiais e deixaram alguns deles feridos. A criança foi aparentemente indiciada porque um inspetor assistente afirmou, em boletim de ocorrência, que "toda a família de Musa participou de uma agressão que o atingiu na cabeça". Crianças menores de sete anos não podem ser acusadas de crime no Paquistão. Segundo a polícia, houve um engano porque os policiais não sabiam que, ao fazer o boletim incluindo toda a família, um dos membros tinha apenas 9 meses. O inspetor assistente que fez o documento receberá uma suspensão, mas a ordem para isso só veio depois que o pequeno Muhammad já havia sido liberado provisoriamente pelo juiz. 

Informações: Agência AFP.

Itatim: Após Ter Férias Negadas, Vendedor Mata Chefe Esfaqueado


Um vendedor ambulante matou o chefe após ter o pedido de férias negado no município de Itatim, localizado a cerca de 200 km de Salvador. 
Francinaldo Pereira, 39 anos, ganhava por comissão e viajava pelo Estado vendendo as mercadorias. O homem contou que trabalhava para a vítima há mais de dois a nos e já tinha mais de um ano que não tirava férias. Quando pediu para que o chefe liberasse para passar alguns dias com a família, que mora no Rio Grande do norte, o patrão negou o pedido e disse que se ele fosse iria matá-lo. Os dois começaram a discutir e o acusado desferiu um golpe de faca contra a vítima. Segundo Pereira, ele não lembra como tudo aconteceu, pois estava bêbado. 
O homem disse que foi um momento de fraqueza e está arrependido. 

Informações: R7/BA.