terça-feira, 1 de abril de 2014

Americana é Julgada Após Matar Filho de 4 Anos Por Achar Que Ele Era Gay!


Começou, nesta sexta-feira, o julgamento de uma norte-americana, que teria matado o filho de 4 anos a pancadas, por acreditar que ele era gay. Jessica Dutro, de 25 anos, é acusada de homícidio pela morte de Zachary Dutro-Boggess, em agosto do ano passado. Mensagens trocadas entre a ré e o companheiro dela, Brian Canady, de 24 anos, que também está respondendo pelo crime, mostram que mãe e padastro impunham castigos ao menino por acreditarem que ele “andava e falava como um homossexual”. As informações são do jornal Huffington Post.
De acordo com os promotores do caso, Jessica, que está sendo julgado na corte de Washington County Circuit, em Oregon, nos EUA, supostamente comentou com o namorado, pelo Facebook, sobre a sexualidade de seu filho. Usando um insulto, ela escreveu que Zachary seria gay quando crescesse e sugeriu ao companheiro que “desse um jeito” no menino. “Ele anda e fala como um (homossexual). Ugh.”, escreveu a mãe em mensagem privada ao namorado.
Zachary morreu em 16 de agosto de 2012, vítima de traumas no abdômen e na cabeça. Segundo relatórios médicos, levantados pelos promotores, o menino também demorou a ser levado ao hospital. Ele morreu três dias depois de ser internado.
As outras filhas de Jessica, de 7 e 3 anos, também apresentaram sinais de maus tratos. Em uma entrevista com a mais velha, apresentada durante o julgamento, a menina afirmou ter visto o casal agredir o irmão com pontapés e socos. A garota também acrescentou que era comum que o menino fosse castigado.
No início deste mês, Brian já havia se declarado culpado pelo homicídio de Zachary. No momento da sua prisão em 2012, Canady admitiu ter chutado o menino no abdômen. Os promotores agora também querem que a mãe seja culpada.

EXCLUSIVO: Ator Global Vem a Monte Santo Para Gravar Minissérie


Nesta Segunda o Ator fez uma breve visita a cidade para conhecer o cenário das gravação.

A cidade de Monte Santo já foi escolhida como cenário de grandes obras cinematográficas como um dos filmes mais premiados do cinema nacional, Deus e o Diabo na Terra do Sol, do cineasta Glauber Rocha, a cidade também foi palco para as gravações da minissérie O pagador de Promessas, da emissora Globo baseada na obra do escritor baiano Dias Gomes, o filme e a minissérie tiveram grande sucesso e a cidade de Monte Santo ganhou as telas do Brasil e do Mundo. 
Monte Santo é sem dúvida uma cidade ideal para a gravações de filmes e minisséries devido aos belos cenários e principalmente por sua história, cultura e religiosidade e também por ser dona de um dos maiores e mais belos monumentos religioso construído pelo homem, o caminho de pedras e capelas que formam a Via Sacra da serra da Santa Cruz.
Pensando nisso é que depois de anos a cidade volta a ser cenário para mais uma grande obra cinematográfica, já foi confirmado que Monte Santo será palco para a gravação de um dos capítulo da próxima série Global "O Caçador" que tem no elenco Cauã Reymond, Cleo Pires e Nanda Costa, a minisérie estréia no próximo dia 11 e as cenas gravadas em Monte Santo farão parte do terceiro capítulo da série.
Nesta Segunda o Ator Cauã Reymond fez uma breve visita a cidade para conhecer o cenário das gravação, de acordo com informações obtidas pela equipe Global, o protagonista que vive André um homem preso injustamente que depois de sair da prisão cumpre a promessa de visitar a Santa Cruz em penitência e para se libertar dos fantasmas que assombram sua injusta acusação, lá André recebe uma ligação que muda todo o curso da sua vida iniciando uma caçada alucinante em busca de justiça e vingança aos verdadeiros culpados por sua prisão.
Nós da equipe MonteSanto.net agradecemos a você leu a matéria até este ponto, isso mostra o quanto você se importa por sua cidade que a tempos está esquecida no tempo, gostaríamos muito que hoje não fosse 1 de Abril e que tudo relatado aqui fosse verdade, porém encontramos essa forma divertida de chamar atenção para a necessidade do resgate da nossa história e cultura, acreditamos que com isso possamos chamar a atenção de grandes empresas, emissoras e governantes para olharem melhor para nossa cidade e promovam eventos e ações culturais para não deixar que essa história seja esquecida com o tempo.
Ajude você também compartilhe essa ideia.

Fonte: montesanto.net.

Encruzilhada: Manifestação Termina Em Tragédia Na BA, Caminhoneiro Morre Após Freada Brusca


Uma manifestação terminou com a morte de um motorista de caminhão, na BR 116, na região da localidade da Vila do Café, no município de Encruzilhada, a cerca de 600 km de Salvador.
O condutor trafegava normalmente quando não percebeu a manifestação. Ele não conseguiu frear o caminhão em tempo e bateu no fundo de outro. Natal Reginaldo Alves, 50 anos, morreu na hora. Outras duas pessoas ficaram feridas.
O acidente foi provocado porque os moradores bloquearam a rodovia, em protesto contra o veto da presidente Dilma Rousseff que não aprovou a Lei de emancipação para diversos distritos do país, a exemplo de Vila do Café.


Informações/Fotos: blogdorodrigoferraz.

Duas Jovens Morrem Em Acidente de Carro Em Jussara


Duas jovens morreram em um acidente de carro na noite de sábado (29), em uma estrada vicinal no município de Jussara, no centro-norte baiano, distante 397 km de Serrinha.
Residentes na cidade de Angical, Valdirene Silva dos Santos, de 23 anos, e Maria Erivania Pereira Oliveira, de 26 anos, morreram no local, de acordo com o site Irecê Repórter. 
A polícia informou que o veículo no qual estavam as vítimas capotou várias vezes.
Dois homens ficaram feridos no acidente. Suas identidades não foram divulgadas. Ambos foram socorridos por uma equipe do Samu e estão internados no Hospital Regional de Irecê.

Fonte: PCS.

Serrinha: Filho de Ganhadora da Mega Sena Morre Em Acidente Na BR-116


Uma colisão lateral entre um caminhão e um carro resultou na morte de um homem de 26 anos na noite deste domingo (30) na BR-116, no município de Serrinha. Segundo informações levantadas pelo Portal Clériston Silva – PCS - o acidente aconteceu por volta das 22h, nas proximidades da localidade conhecida como “Cabeça da Vaca”, entre Serrinha e Teofilândia.
Ivan Silva dos Santos, que morava na fazenda Aurora, em Teofilândia, conduzia o VW Gol, placa JPJ-9359, quando perdeu o controle da direção e bateu na lateral da Scania, placa OCK-2696, de Fortaleza-CE, que trafegava no sentido contrário.
O motorista da carreta da transportadora Translatino disse ao PCS que o motorista do Gol fazia zigue-zague na pista quando perdeu o controle da direção. “Eu quase cair na ribanceira pra tentar evitar a batida. Fiz o que pude fazer, mas não teve jeito”, lamentou. A informação do motorista da carreta foi confirmada por outros motoristas que teria presenciado a colisão.
Segundo familiares, Ivan estaria dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. “Ele estava bebendo desde cedo com um primo e saiu pra morrer dessa forma”, comentou o pai da vítima. O motorista da carreta nada sofreu. Ele foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimento.
Ivan, segundo informações colhidas no local do acidente, era filho de uma das ganhadoras do prêmio de R$ 2 milhões da Mega Sena. 

Imagens: 





Fonte: PCS.

HOMEM SE VINGA DA SURRA QUE LEVOU 30 ANOS DEPOIS


Três décadas depois, João Marques Alves de Souza, 43 anos, vingou uma surra de vara que tomou quando morava na Vila Mutum, município de Medeiros Neto no Sul da Bahia. É o que revela matéria do site Calila Notícias.
Na manhã da última terça-feira (25), passando pela praça Otávio Mangabeira, onde fica o Terminal Rodoviário, no bairro São João, em Itanhém, João Marques encontrou o ancião José Carvalho dos Santos, de 68 anos, e desferiu vários golpes de vara nas costas dele, provocando hematomas. De acordo com o depoimento dado na Polícia Civil, João teria tomado uma surra do ancião quando tinha 13 anos e carregou o rancor a espera de um momento oportuno para se vingar, na época o idoso estava com 38 anos.
Há cerca de um mês João Marques que estava em São Paulo, onde cumpriu pena na penitenciária do Carandiru, por homicídio, retornou para Itanhém com o objetivo de concretizar sua vingança. O ancião disse que nem se lembrava mais da surra dada em João Marques em 1984.
O investigador Felipe Mendes prendeu o agressor em flagrante, ele foi autuado pelo delegado Jorge da Silva Nascimento por lesão corporal, como já tem passagem pela polícia ficará preso por um bom tempo.